Na tarde desta terça-feira (15), em sessão plenária remota na Assembleia Legislativa de Roraima, os deputados estaduais aprovaram, por unanimidade, o projeto de decreto legislativo que torna a Casa do Pai uma instituição de utilidade pública. Com a declaração, a organização poderá ampliar sua capacidade de atendimento.

A associação funciona desde 2006, e ao longo de 14 anos, já atendeu mais de 300 dependentes químicos no Estado. A sede da organização funciona em um terreno cedido por uma igreja, localizado no Água Boa, zona rural de Boa Vista. Todos os serviços prestados no local são gratuitos e os atendimentos médicos, de psicologia e psiquiatria são realizados por 30 voluntários.

Com a aprovação do projeto, a instituição se torna apta a receber recursos públicos e privados para a manutenção e continuidade de suas atividades, permitindo que o tratamento possa ser expandido a outras pessoas.

O autor do decreto legislativo, o presidente da Casa, Jalser Renier (SD), enfatizou na justificativa do projeto, que a partir deste decreto, a instituição contribuirá ainda mais. “Não restam dúvidas que a associação presta um relevante serviço à sociedade roraimense, e muito mais poderá contribuir caso decretada sua utilidade pública”.

Atualmente, são atendidos 24 pacientes, mas de acordo com a administração do local, há uma lista com cerca de 1.200 pessoas na lista de espera. Segundo o presidente da instituição, JR Lessa, o trabalho desenvolvido é de relevância para toda sociedade. “A dependência química é questão de saúde e segurança pública. Cada dependente químico que cuidamos é uma família”.

Texto: Bruna Gomes

Foto: Tiago Orihuela

SupCom ALE – RR