Pular para o conteúdo

RETA FINAL
Alunos da Escolegis se preparam para concurso da educação municipal

O preparatório da Escola do Legislativo (Escolegis) para o concurso público da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) segue para a reta final. As aulas vão até sexta-feira (27) e as provas serão aplicadas no domingo (29).

De acordo com o diretor da Escolegis, Brenno Carvalho, foram ofertadas 100 vagas, das quais 60 foram preenchidas. As aulas iniciaram no dia 21 de novembro de 2022 e o curso abrange todas as disciplinas cobradas no edital.

“Estamos tentando zerar o edital. Estão sendo ministradas todas as matérias que irão cair na prova, para que o aluno que está participando saia com um volume alto de conhecimento na bagagem dele”, frisou.

Com quase duas décadas de atividades, a instituição se tornou referência na oferta de cursos preparatórios para concursos públicos, além de vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como destacou o diretor, ressaltando que com a ferramenta EaD [ensino a distância], a Escolegis conseguiu uma abrangência ainda maior, contemplando alunos de outras regiões do Brasil.

“Não só os servidores são capacitados, como também a comunidade em geral. A gente completa 20 anos de orientação e qualificação de pessoas para ingressarem no mercado de trabalho com o currículo mais vasto. Tivemos alunos que passaram em concursos públicos através dos preparatórios, oficinas e aulões com transmissão ao vivo pela TV Assembleia”, disse.

O pedagogo José Abraão Lima, de 52 anos, se inscreveu pela primeira vez em um curso da Escolegis, após conhecê-la pela Internet. Participante desde o início, para ele, todas as aulas têm sido proveitosas.

“Eu não conhecia e achei muito bom e importante para mim e a comunidade da qual eu faço parte. Os professores são super capazes. Além de interagir, aprendemos muito com eles, com a dinâmica das aulas que são ótimas. Eles nos cativaram”, contou.

Com boas expectativas para o dia da prova, José espera ser convocado. “Espero estar em sala de aula, fazendo o que eu gosto desde que eu era adolescente, que é lecionar. Não tinha oportunidade e agora estou tendo”, concluiu.

Já são pouco mais de dois meses de estudo intenso. Ao total, oito disciplinas são ministradas: Conhecimentos Gerais; Projeto Político-Pedagógico, BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e PNE (Plano Nacional de Educação) – Lei nº 13.005; Língua Portuguesa; Informática; Conhecimentos Pedagógicos; Raciocínio Lógico; legislação (leis nº 8.069, 14.113, 9.394, 10.639 e 11.645) e Constituição Federal.

Conforme a professora Patrícia Nunes, que leciona Projeto Político-Pedagógico, BNCC e PNE, as matérias contemplam toda a educação básica, desde a infantil, que é o direcionamento do concurso, até o ensino médio.

Ainda segundo ela, as matérias são divididas em tópicos e, ao final de cada um, são passados exercícios e resolvidos em sala de aula.

“A gente que trabalha com educação há muito tempo, sabe que o que faz o aluno fixar um conteúdo são as resoluções de questões. Então, quando terminam os módulos, eu trago exercícios e resolvo com eles. Porém, nessa reta final, quero trabalhar somente questões”, ressaltou a professora.

 

 

A Escolegis disponibiliza material totalmente gratuito. As aulas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h, na unidade do bairro Santa Luzia, na avenida Sólon Rodrigues Pessoa, 1313.

O certame

O concurso público prevê 771 vagas para contratação imediata e mais 386 para a formação do cadastro reserva para os cargos de professor pedagogo, arte-educador e de educação física.

As vagas são divididas em: 700 para professor pedagogo (350 para quadro de reservas); 56 para professor arte educador (28 reservas); e 15 vagas para professor de educação física (8 reservas).

Texto: Suzanne Oliveira

Fotos: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Compartilhar
banner assembleia 120x600 ou 160x600

Arquivos

banner assembleia 120x240
banner assembleia 125x125

0