Pular para o conteúdo

CONTROLE ORÇAMENTÁRIO
Estudantes de escola estadual assistem à palestra da Escolegis sobre planejamento financeiro

“Não devemos gastar mais do que ganhamos!”, afirmou o estudante Rodrigo Caio Floriano Soares, que aos 12 anos aprendeu a primeira lição para manter a saúde financeira. Ele e outros 49 alunos da Escola Estadual São Vicente de Paula, assistiram na tarde desta quinta-feira (1º) à palestra “Educação Financeira”, promovida pela Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) por meio da Escolegis, que está pondo em prática a Lei nº 1.428/20, de autoria da deputada Catarina Guerra (SD), que institui o Programa Estadual de Educação Financeira Escolar, comemorado anualmente na última semana de maio.

Mas para manter essa saúde financeira, o professor Willian Tihago Quirino disse que tudo começa no orçamento, que possibilita fazer um controle das receitas e despesas, do que entra e sai, do que se ganha e se compra. “Quando se sabe quanto é a receita e a despesa, seja no mês ou no ano, é possível saber quanto pode sobrar no mês, em que se pode investir ou não, onde sem tem que apertar um pouco para poder segurar uma determinada conta, e até organizar uma viagem em família. É esse controle orçamentário que permite estruturar a vida financeira no dia a dia”, explicou Willian Tihago.

Rodrigo Caio contou que já aprendeu a distinção entre necessidade e desejos. “Não são as mesmas coisas. Posso necessitar de um sapato porque a escola não permite sandália, então é algo de que eu preciso. Mas o desejo é diferente. Se eu tiver quatro pares de sapatos e quiser ter mais um porque é bonito, muita gente usa e está na moda, isso é desejo, porque eu não preciso. Na minha casa, as finanças são controladas, dá para sustentar todo mundo, tem entretenimento também, estamos tranquilos. A minha família tem noção dos gastos. Lá ninguém gasta mais do que ganha”, reforçou.

Já Arthur Henrico Almeida de Carvalho, também com 12 anos, é totalmente o oposto do colega, e todo dinheiro que pega, gasta de imediato. Mas depois da palestra, Arthur quer investir na educação financeira. “Eu quero aprender a economizar em casa. Por exemplo, deixava as coisas [aparelhos eletrônicos] ligadas, mas como vi agora que pesa no orçamento dos pais, vou tentar mudar, economizar mais, desligando, gastando menos. Eu ganho mesada e geralmente gasto em jogo, mas vou tentar economizar porque tenho um sonho, que é viajar para outro país. Tenho um sonho de ser rico, não milionário, pois quando se é milionário acontecem algumas coisas, assim, meio impactantes. Quero só ser rico”, disse.

 

A deputada Catarina Guerra (União) participou da palestra, interagiu com os alunos e reforçou a importância de levar a educação financeira para as escolas da rede pública de ensino. “É o envolvimento da Assembleia Legislativa participando ativamente do desenvolvimento dos nossos alunos, por meio da Escolegis, aproximando sonhos, estimulando o debate para que os estudantes na faixa etária de 10 a 18 se organizem financeiramente para o futuro. Queremos estender essa agenda em razão da positividade e do alcance que estamos tendo junto aos alunos. Os estudos comprovam que, quanto mais cedo se leva informação às crianças e aos jovens, mais facilmente se tornarão adultos saudáveis financeiramente”, ressaltou a parlamentar.

A gestora da escola, Francirene Grana, disse que a instituição já participa do Projeto Aprendendo Valor, do Ministério da Educação (MEC), que também incentiva a educação financeira. “Essa é a nossa primeira parceria com a Escolegis, e é muito importante porque vem para agregar, contribuindo para que nossos alunos, desde pequenos, já saibam lidar com dinheiro, com a organização financeira. O interessante é que o tema fizesse parte do componente curricular, mas nos nossos projetos já trabalhamos há tempos”, observou a diretora.

Plataforma EaD da Escolegis

O diretor da Escolegis, Brenno Carvalho, lembrou que a Escola do Legislativo também investe em educação financeira nos cursos de educação a distância (EaD) para a comunidade roraimense. “Já ofertamos esse curso na plataforma porque temos o intuito de conscientizar cada vez mais as pessoas sobre a melhor forma de cuidar do seu dinheiro. Temos uma economia em que é cada vez mais difícil ganhar e muito fácil de gastar. A ideia é conscientizar a população roraimense sobre esse cuidado com as finanças para que se possa ter uma saúde financeira cada vez melhor”, enfatizou.

Texto: Marilena Freitas

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Arquivos

banner assembleia 125x125

Notícias Relacionadas