Pular para o conteúdo

Problemas em vicinais é tema de discurso do deputado Joaquim Ruiz

“Se não tivesse mexido, não teria ficado tão problemático como está agora”, afirmou o parlamentar.

O deputado Joaquim Ruiz (PTN) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Roraima, na manhã desta quarta-feira (3) para explanar sobre diversos assuntos, principalmente sobre a situação de vicinais no interior do Estado.

Em andanças pelo município de Caroebe, região Sul de Roraima, o deputado encontrou situações preocupantes como a da vicinal 34 que, segundo ele, corre o risco de deixar ilhada a população com a chegada das chuvas. “Pensei que estava indo para o inferno”, comentou.

Com discurso direcionado ao líder da base governista na Assembleia, deputado Brito Bezerra (PP), Joaquim Ruiz questionou sobre o que fazer naquela localidade e reforçou a importância de que o Executivo tenha planos emergenciais e ações rápidas para não prejudicar os produtores.

O deputado Gabriel Picanço (PRB) interveio e recordou que há alguns anos, a mesma região foi tema de discurso dele e do deputado Flamarion Portela (sem partido) na tribuna da Casa. Na época, uma propaganda do Governo do Estado mostrava a região asfaltada. “Sabe por que ela está paralisada? Porque está na Justiça. Era um convênio, não prestaram contas. Não podem mexer enquanto não resolverem o problema judicial”, disse.

Em resposta, Joaquim Ruiz enfatizou que o trecho mais complicado da região está onde a empresa contratada à época trabalhou. “Se não tivesse mexido, não teria ficado tão problemático como está agora. O que me preocupa é que a situação está precaríssima, principalmente naquele trecho que o Governo passado ia fazer o asfalto e não fez e a situação piorou”, completou.

Ele ressaltou que nessas regiões há diversos projetos de assentamentos criados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e propôs a criação de uma parceria com a instituição para recuperar as estradas e viabilizar o acesso dos beneficiados pelo órgão federal. “A responsabilidade de recuperar vicinais, eletrificação, escola, é do Governo Federal. O INCRA cria os projetos, abre as estradas e depois deixa a agricultura familiar numa situação desesperadora”.

Outro aparte foi do deputado Marcelo Cabral (PMDB) que informou que a situação está assim de Norte a Sul do Estado, citando o município do Amajari, como exemplo. “Onde está o trabalho desse Governo? Onde estão os recursos do Governo que não estão ajudando a quem precisa e necessita do apoio nessas estradas”, colaborou.

O deputado George Melo (PSDC) se diz preocupado com a chegada do inverno em Roraima, pois as condições das vicinais não estão aptas a suportar a água. “Hoje você sai de Boa Vista a Alto Alegre todo no asfalto, mas quando sai para uma vicinal [a realidade muda]”. Para ele, não adianta levar eletrificação, pontes se não há estradas em condições favoráveis para escoamento de produção. “A população do interior passa por situações muito difíceis. Teremos que voltar a carregar as coisas de mula, não mais de caminhão”, comentou.

O presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD), se manifestou sobre o discurso de Joaquim Ruiz. Explicou que na Lei de Diretrizes Orçamentárias são norteados parte desse instrumento para o ano seguinte para tornar menos difícil a vida do homem do campo. “Além de morar distante, de não ter apoio de internet, de telefone, de estradas e vicinais, ele tem a dificuldade e a inércia de um Governo que não se preocupa em, pelo menos, fazer uma boa trafegabilidade nas vicinais do interior”, destacou.

Jalser reforçou que a situação está em todo Estado e não se deve culpar a natureza pela “força da água”, mas sim os governantes por não se prepararem para o período chuvoso. “Aí pena o cidadão, a mulher, a criança que, às vezes, fica sem o transporte escolar, fica sem aula, sem aprender, sem conhecimento”, levantou o presidente.

Para Jalser, a Assembleia tem feito o trabalho de fiscalizar e que a chefe do Poder Executivo deveria se sensibilizar com as pessoas do campo, direcionando recursos para amenizar os prejuízos nas estradas. “Essa é uma necessidade que o Governo não prioriza”, disse. Aproveitou o momento para falar sobre um programa a ser apresentado e votado nos próximos dias: o “Assembleia ao seu Alcance”.

Homenagem – Joaquim Ruiz se colocou a disposição para somar com a ideia do deputado Mecias de Jesus (PRB) de homenagear o centenário do Lions Club e os 65 anos da instituição no Brasil. Conforme o deputado, nos dias 26, 27 e 28, em Boa Vista, haverá uma Convenção Norte e Nordeste do Lions, com a presença de mais de 350 membros da região.

Para ele, a cerimônia é uma forma de reconhecimento aos serviços relevantes prestados à população, com foco naquelas com mais necessidade de apoio. “É um trabalho silencioso, mas é fantástico para população, principalmente para as de baixa renda do nosso Estado”, e destacou que o Lions realiza ações em todos os municípios.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0