Pular para o conteúdo

Assembleia concede homenagem de louvor e comenda Orgulho de Roraima ao Lions Clube

A sessão geral prestou uma Homenagem de Louvor pelo centenário do Lions Clube no Brasil e concedeu a comenda Orgulho de Roraima.

“Nós não somos apenas voluntários. Nós pagamos para servir!”. É esse espírito humanitário que move os mais de 1,4 milhões de leões que integram o Lions Clube Internacional. Na manhã desta quinta-feira, 25, a entidade recebeu o reconhecimento da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE/RR), durante sessão geral que prestou uma Homenagem de Louvor pelo centenário do Lions Clube no Brasil e concedeu a comenda Orgulho de Roraima.

A instituição em Roraima é composta por cinco clubes, com aproximadamente 150 associados, cujos trabalhos são voltados para os idosos e as crianças. A homenagem foi proposta pelos deputados Mecias de Jesus (PRB) e Joaquim Ruiz (PTN). “É mais do que justa a homenagem em um momento em que o Lions completa 100 anos no Brasil e mais de 30 no nosso Estado, fazendo um trabalho silencioso, mas atendendo as pessoas que mais precisam de uma mão, onde o Estado não chega”, disse Ruiz.

Os parlamentares que estiveram na sessão geral compartilharam do mesmo pensamento de Ruiz. “Acredito muito na bandeira de luta do Lions Clube, tenho testemunhado que as atividades em Roraima foram ininterruptas, e é uma honra para todos nós da Assembleia Legislativa estarmos homenageando leões e leoas que quando pegam a causa cumprem com responsabilidade social”, disse a deputada Lenir Rodrigues (PPS).

O deputado Brito Bezerra (PP) ressaltou o trabalho de resgate realizado pela ALERR para homenagear instituições e pessoas que prestam serviços relevantes ao Estado e ao país. “Parabéns à Mesa Diretora, em nome do presidente Jalser Renier (SD), que tem feito um trabalho de resgate que engradece as pessoas e entidades que prestam serviço ao nosso povo. As ações do Lions Clube são grandiosas porque comungam para que tenhamos um Estado social mais humanizado, mais próximo e mais religioso, no sentido de praticar o bem”, disse Brito.

O diretor internacional do Lions Clube, Fabrício Oliveira, disse que era uma honra receber a comenda Orgulho de Roraima por ocasião do centenário da instituição que está presente em 210 países. Essa quantidade é superior aos países que integram a Organização das Nações Unidas (ONU), que tem um pouco mais de 190 membros.

“Não somos apenas voluntários, mas pagamos para servir, porque como integrantes da nossa organização pagamos todos os nossos custos. Levamos nosso serviço humanitário a 70 milhões de pessoas por ano. Já restauramos mais de 30 milhões de olhos no mundo todo, com cirurgias de catarata. Nosso desafio até 2021 é atender 200 milhões de pessoas com os nossos serviços, fazendo o que é possível, dentro das nossas condições. É bem verdade que não podemos substituir as obrigações do Estado, mas fazemos nossa parte e despertamos nas autoridades constituídas aquilo que deve ser feito e muitas vezes o Estado não faz, não pode fazer ou talvez não queira fazer, e os leões vão e fazem. Para celebrar o nosso centenário adotamos como lema: ‘Onde há uma necessidade há um membro do Lions”, disse Oliveira, ao ressaltar que o serviço prestado pelos leões e leoas não tem dinheiro que pague, porque é a mola propulsora da continuidade do trabalho.

O representante de Roraima no Conselho de Governadores do Distrito LA, Raimundo de Souza Pantoja, se sentiu honrado com a homenagem da Assembleia. “Essa homenagem é para todos os nossos companheiros leões que trabalham em prol das comunidades carentes. Desenvolvemos várias atividades importantíssimas no Estado como as cirurgias de catarata, projetos voltados para a área da educação. Nosso objetivo é fazer as pessoas se sentirem melhor”, disse.

O presidente do Conselho de Governadores, Feliciano de Melo Mêne, disse que a homenagem representa um reconhecimento do trabalho realizado. “Estamos muitos felizes em voltar em Boa Vista e realizar a convenção do centenário da nossa associação. Roraima está muito bem servido com o Lions, temos centenas de horas de voluntariado dedicado à população de Roraima. O Lions faz uma grande festa para celebrar o projeto de servir 100 milhões de pessoas em volta do mundo. Temos uma fundação internacional de ajuda humanitária que hoje dispõem de US$ 600 milhões e estamos sempre buscando parcerias com os governos dos Estados e prefeituras”, ressaltou.

A Convenção Norte e Nordeste do Lions Clube está sendo sediada em Boa Vista desde quarta-feira, 24, no Aipana Plaza Hotel, com encerramento previsto para domingo, 28.

 

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0