O livro faz três abordagens específicas, além do conteúdo geral.

Para o lançamento do livro “Anos que Vivemos em Perigo, a Crise Brasileira”, está em Roraima o vice-presidente do Partido Comunista Brasileiro (PC do B), Walter Sorrentino. O evento de lançamento foi na tarde desta quinta-feira, 25, no Eco Hotel, localizado na avenida Glaycon de Paiva. Ele explicou que a linha editorial da publicação, trás uma reflexão e análise, desde a reeleição de Dilma Rousseff (PT), até agora.

“Analisando essa realidade em centenas de artigos, selecionei 58 para publicar no livro. Ele traz ainda uma comparação interessante com dados oficiais, sobre o que era realidade nos governos Dilma e Lula e o que foi realidade no governo anterior de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), traçando uma a linha do tempo, por meio dos artigos”, detalhou o autor.

Ele comentou que o livro faz três abordagens específicas, além do conteúdo geral. A primeira trata sobre a saída de Dilma da presidência em 2016, quando, segundo Sorrentino, não se tratou apenas de um impeachment, mas destituiu 54 milhões de votos de brasileiros que foram as urnas elegerem a presidente da República em 2014. “Não foi um golpe a moda antiga, ou militar ou fechamento do Congresso. Se deu por uma modalidade parlamentar e que intrigou o mundo todo e posso dizer sem partidismo, desmoralizou o país”, afirmou.

A segunda é sobre o judiciário brasileiro, onde ele explicou que uma determinada parcela deste poder, “adotaram um protagonismo político e partidarizado, pois quando a justiça se torna partidária ou se politiza, ela não é mais justiça. A justiça buscou criminalizar toda a política, então há um grande confronto, entre o sistema judiciário e o sistema político brasileiro”, analisou.

Por fim, Walter Sorrentino, que também coordena a Frente Brasil Popular do PC do B, afirmou por meio das análises publicadas no livro, que esta é a maior crise econômica da história, vivida pelo Brasil. “Já são quase três anos de recessão e essa é uma realidade completamente inédita que está marcando profundamente a vida do povo, enfraquecendo os direitos sociais e aumentando o desemprego”, concluiu.

Deputado Soldado Sampaio, presidente Estadual do PC do B, explicou ainda que além do lançamento do livro, a diretoria da sigla, juntamente com filiados e militantes, farão uma discussão sobre a real crise que o país se encontra. “Vivenciamos hoje, a fragilização da nossa democracia e estamos promovendo esses debates em todo o país “, reafirmou o líder local.

 

Por Tarsira Rodrigues

SupCom/ALE-RR