“Esses mantimentos estão sendo levados em um caminhão descaracterizado para serem entregues durante as caravanas”, declarou o parlamentar George Melo.

O deputado George Melo (PSDC) usou a tribuna na manhã desta terça-feira, 20, durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima, para denunciar que os mantimentos arrecadados pelo Governo do Estado e que atenderiam as famílias vítimas da enchente no município do Uiramutã, localizado ao noroeste do Estado de Roraima, a 317 km de Boa Vista, teriam sido desviados para outras finalidades.

“Vi a movimentação do Governo do Estado e até achei interessante, porque vi o sofrimento das pessoas do Uiramutã por conta da enchente, mas, para a minha surpresa, as pessoas do Uiramutã dizem que receberam apenas miojo (macarrão instantâneo), que chegou ao município dentro de um caminhão fechado, mas que iria vencer em três dias. Depois de investigar, chegou ao meu conhecimento que esse material está sendo usado nas caravanas da governadora, juntamente com corte de cabelo e casamentos. Isso muito me entristece”, denunciou o deputado.

Segundo George, os mantimentos estariam guardados em um galpão da Setrabes (Secretaria Estadual de Bem-Estar Social), saindo gradativamente a cada realização da Caravana do Povo. “Esses mantimentos estão sendo levados em um caminhão descaracterizado para serem entregues durante as caravanas”, sustentou.

Ele garantiu que fará denuncia junto aos órgãos de controle. “Vou denunciar junto ao Ministério Público do Estado e no Ministério Público de Contas. Chega!”, afirmou.

Na opinião dele, essa atitude faz aumentar a falta de credibilidade do Governo do Estado. “Ações como essa mostram que o Governo já está na terra do sem jeito. Sem falar, nas crianças que dependem da Setrabes e que estão passando necessidade, assim como os velhinhos da Casa do Vovô, que não aguentam mais comer tanto frango”, complementou.

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR