“Acreditamos que, com isso, ganha toda a sociedade roraimense”, disse o deputado Coronel Chagas.

Foi aprovado nesta terça-feira (20), na Assembleia Legislativa de Roraima, o projeto de lei que fixa o efetivo da Polícia Militar do Estado de Roraima que passa de três para três mil e quinhentos mil homens e mulheres, a ser distribuído nos quadros da corporação. A matéria é do Executivo e seguirá para sanção governamental.

O relator do projeto, deputado Coronel Chagas (PRTB), disse que a proposta recebeu emendas e trará benefícios para os cidadãos em Roraima. “Esse projeto aumenta o efetivo de 3 mil para 3,5 mil policiais militares e está sendo redistribuído esse efetivo dentro dos diversos quadros da PM”, disse ao ressaltar que essa demanda estava reprimida há anos. “Através da nossa relatoria, de emendas, estamos conseguindo isso”, frisou.

Por intermédio das emendas parlamentares será possível a criação de cargos como a de Capitão nas vagas de Oficiais, por exemplo. “Estamos ampliando o quadro de Praças Combatentes, de Praças Especiais, o Quadro de Saúde da PM criando a vaga de Coronel, o quadro complementar de oficiais idem, o quadro de oficiais combatentes que há mais de 10 anos não tem nenhuma adequação”, destacou.

Dessa forma, segundo Coronel Chagas, será proporcionado aos profissionais da Segurança Pública, demandas que se arrastavam há anos. “Acreditamos que, com isso, ganha toda a sociedade roraimense porque os policiais militares irão trabalhar mais satisfeitos, com motivação, porque os seus direitos estão sendo feitos”, complementou.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR