Socorro disse ainda que orientou o pai a ir ao Núcleo, nesta semana, para conversar com a equipe de profissionais, para relatar detalhes do acontecimento.

O pai de uma jovem roraimense denunciou que a filha está desaparecida há uma semana e ele acredita que a garota tenha sido aliciada para fins de exploração sexual. Os nomes não foram revelados para manter a integridade da família. A queixa foi feita ao Núcleo de Prevenção e Atendimento às Vítimas de Tráfico de Pessoas, da Assembleia Legislativa de Roraima, durante o evento alusivo pelo Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, promovido pelo Poder Legislativo e parceiros, na noite de domingo, 30, na rodoviária internacional de Boa Vista.

A coordenadora do Núcleo, Socorro Santos, informou que foi procurada pelo pai momento antes da equipe iniciar a ação de conscientização sobre tráfico de pessoas. “Eu estava na correria, checando como estava a organização dos trabalhos e fui abordada por esse cidadão, que se mostrou bastante aflito com o suposto desaparecimento da filha. Ele ainda relatou que logo após sentir falta da filha, foi a um distrito policial registrar uma ocorrência, mas disseram pra ele que só poderia ser feita depois de 24 horas do sumiço da jovem”, disse.

Socorro disse ainda que orientou o pai a ir ao Núcleo, nesta semana, para conversar com a equipe de profissionais, para relatar detalhes do acontecimento. “Inclusive passei o endereço do Núcleo para ele e falei como é o nosso procedimento em casos de tráfico de pessoas, pois prestamos orientação de como a família deve proceder, conforme a situação. Quando envolve adolescente orientamos que procure o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente; quando a mulher é maior de idade, que procure a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). São vários tipos de tráfico de pessoas e orientamos dependendo de cada caso. Ao identificarmos informamos à instituição sobre o que está acontecendo, para quando a família chegar para registrar a ocorrência seja bem recebida”, finalizou, salientando que aguarda o comparecimento desse pai ao Núcleo.

Ação – A Assembleia Legislativa, por meio do Núcleo de Prevenção e Atendimento às Vítimas de Tráfico de Pessoas, realizou uma ação de sensibilização na rodoviária internacional de Boa Vista, no domingo, 30, das 18h às 21h, com panfletagem, orientação, exposição de materiais lúdicos, como as Small Box (caixas jaulas) e manequim viva que simula a violência e o tráfico humano.

Houve ainda a interação com o público por meio da rádio da rodoviária, espaço destinado a entrevistas com membros da Rede de Enfrentamento e transeuntes.

Participam representantes da Procuradoria da Assembleia Legislativa, grupo Rede Grito pela Vida, da Diocese de Roraima, do Comitê e do Fórum Estadual de Enfrentamento ao Abuso, a Exploração Sexual e Tráfico de Crianças e Adolescentes no Estado de Roraima.

Por Edilson Rodrigues

SupCom/ALE-RR