Com o propósito de promover a integração de crianças e jovens estudantes de escolas públicas de Roraima que tenham eventuais problemas familiares, dependência química ou inadequação psicológica, a deputada Aurelina Medeiros (PTN) apresentou essa semana na Assembleia Legislativa de Roraima, um projeto de lei que institui o Programa Escolar de Acompanhamento Domiciliar (PEAD).

A iniciativa, segundo a deputada, busca aproximar mais os alunos da família, na tentativa de promover a união e, dessa forma, minimizar possíveis problemas, gerando maior aproveitamento durante a formação escolar. “É preciso que estas crianças e jovens sejam assistidos dentro e fora das salas de aula. Os problemas precisam ser identificados. Este projeto vai possibilitar que a Escola possa chegar até a família para acompanhar e direcionar tanto os familiares quanto os alunos para as instituições competentes. Essas iniciativas buscam minimizar os problemas dessas crianças e jovens”, destacou a deputada, ao completar que o objetivo maior da proposta é aprimorar o processo de aprendizagem por meio da melhoria das relações familiares.

Na construção da justificativa, Aurelina Medeiros ressaltou ainda que para funcionar o Programa Escolar de Acompanhamento Domiciliar (PEAD) não demandará recursos financeiros, pois será constituído de entendimento efetivo entre a comunidade escolar e a família dos alunos. “Os benefícios do projeto se traduzirão em melhorias tanto no campo da aprendizagem, quanto no comportamento desses jovens e crianças perante a sociedade”, diz.

Para que seja possível a prática do programa dentro das escolas, serão utilizados profissionais das áreas de Pedagogia, Psicopedagogia e Serviço Social, disponíveis na estrutura de Governo, além de integrantes do corpo docente e administrativo das escolas envolvidas que receberão treinamento para atuar no PEAD. A tramitação do projeto já iniciou e após passar pelas Comissões Permanentes da Casa, o projeto deverá ser encaminhado para votação em plenário.

Tarsira Rodrigues