Pular para o conteúdo

CVV começa a disponibilizar atendimento à população de Roraima

Quem estiver passando por problemas que resultam em aflições, emoções, angústias e preocupações, pode procurar, a partir de agora, o CVV (Centro de Valorização da Vida) em Roraima, que dispõe de serviço gratuito de prevenção do suicídio. Uma equipe de voluntários está disponível para atender pelo telefone 3623-2426, às sextas-feiras das 15h às 19h e aos sábados e domingos das 8h às 23h. O CVV funciona no prédio da Procuradoria Especial da Mulher, da Assembleia Legislativa, na avenida Capitão Júlio Bezerra, 193 (ao lado do Hospital Coronel Mota).

Dados do dia 21 deste mês, do Ministério da Saúde, informam que no Brasil a média anual é de 11 mil suicídios, sendo a quarta maior causa de morte de brasileiros entre 15 e 29 anos. Em Roraima, de janeiro a setembro deste ano, o Núcleo de Estatística da Polícia Civil registrou 25 casos de suicídio no Estado, sendo a segunda Unidade da Federação onde mais pessoas põem fim a própria vida.

O CVV é uma entidade que disponibiliza serviço voluntário, sem cunho político ou religioso de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, por meio de ligação telefônica. No período da implantação do CVV em Boa Vista, a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa de Roraima foi e continua sendo uma das parceiras do Centro. A deputada Lenir Rodrigues (PPS), procuradora especial da mulher, disse que o CVV é uma ferramenta que tem a intenção de combater os casos de suicídio no Estado.

“A cada 15 minutos uma pessoa comete suicídio no Brasil, uma doença que não está associado a doenças mentais ou a uso de drogas, mas a depressão, que contribui muito para que as pessoas cometam esse ato contra a própria vida. Como não sabemos como estão aqueles que estão a nossa volta, então é preciso sempre dar uma atenção especial, uma palavra amiga, um apoio, para que possamos valorizar a vida”, ressaltou Lenir Rodrigues.

A parlamentar comentou que o CVV em Roraima vai contribuir e muito com o trabalho de prevenção ao suicídio. “Acreditamos que a prevenção é uma ferramenta que tem eficácia para combater esses altos índices de suicídio em Roraima. Inclusive os profissionais da Procuradoria Especial da Mulher e do CVV irão fazer um trabalho na área indígena do DSEI-Leste [Distrito Sanitário Especial Indígena do Leste de Roraima], para debater sobre esse tema”, disse Lenir.

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), lembrou que, ao ser consultado sobre a implantação do CVV em Roraima, deu total apoio a instalação desse projeto no Estado. “Não posso deixar de agradecer a iniciativa da coordenação nacional do Centro em trazer esse projeto para Roraima e da deputada Lenir que esteve envolvida nesse processo desde o início”, frisou, ressaltando que esse serviço é importante para a população. “Digo que esse projeto é importante porque está ajudando na prevenção de tantos problemas, principalmente na questão do suicídio, que é uma questão de saúde pública. A Assembleia é parceira do CVV, que considero um braço para cuidar da saúde da nossa gente”, comentou Jalser Renier.

A coordenadora do CVV em Roraima, psicóloga Adriana dos Prazeres, informou que o profissional voluntário do CVV está disponível para atender e conversar de maneira compreensiva e sem fazer julgamentos de sentimentos, de forma anônima. “Estamos no CVV para darmos apoio emocional, pois muitas vezes as pessoas querem conversar com alguém, desabafar, mas não tem com quem”, disse.

Edilson Rodrigues

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0