Ensinar outros idiomas e as novas tecnologias por meio da informática, além de preparar de forma mais qualificada o cidadão para concorrer a uma vaga em certames ou no vestibular/Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Essa é a meta da Escola do Legislativo, programa permanente da Assembleia Legislativa de Roraima, que atende diretamente mais de três mil pessoas em núcleos na capital e no interior.

A Escola do Legislativo, sediada na rua Agnelo Bittencourt, no Centro de Boa Vista, possuiu ainda a Unidade Silvio Botelho, localizada na rua Sólon Rodrigues Pessoas, na zona Oeste. Integram ainda o programa os Núcleos do Poder Legislativo em Alto Alegre, Bonfim e Iracema, inaugurados em abril e agosto deste ano.

Na Unidade Silvio Botelho, por exemplo, são mais de 1,8 mil alunos inscritos nos cursos de Inglês, Espanhol, Informática, pré-concurso e pré-vestibular/ENEM. No interior essa somatória ultrapassa os 1,2 mil matriculados, entre crianças, jovens e adultos, com ensino de línguas estrangeiras e Informática.

Em Iracema, o missionário Clauber José da Silva, juntamente com a família, passou a fazer parte do quadro de matriculados da Escola do Legislativo naquela região e ficou satisfeito com a iniciativa da Assembleia em estar mais próxima da população do interior do Estado. “É muito boa essa iniciativa, em promover esses cursos importantes”, comentou, dizendo que a profissão e a localização geográfica de Roraima estimulam a procura por aprendizagem.

“No meu caso, que sou missionário, aprender os novos idiomas, não só para mim, mas para toda comunidade, pelo fato da localização do estado de Roraima por ficar assim próximo as fronteiras de países que falam espanhol e inglês”, contou Silva. Segundo ele, em Manaus, cidade de origem da família, não há esse tipo de oferta a população. “É muito difícil ter cursos assim de forma gratuita e isso me chamou muito a atenção”, destacou o missionário.

A diretora da Escola do Legislativo, Leila Perussolo, enfatizou sobre a receptividade dos cidadãos pelos cursos da Escola do Legislativo, que tem focado na educação e qualificação de pessoas da comunidade e de servidores da Assembleia. “Percebemos o quanto a população busca melhorar seus conhecimentos, ampliar com esses cursos o seu próprio desenvolvimento pessoal e colaborando também para perspectivas profissionais que abrem no mercado de trabalho”, ressaltou.

Para o presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD), a Escola do Legislativo tem a proposta de educar, capacitar, oportunizar o ingresso ao mercado de trabalho, bem como colaborar para um futuro mais promissor. “Não é à toa que estamos em vários municípios e as pessoas estão gostando e querem participar”, disse.

Yasmin Guedes