Nove alunos de jiu-jitsu do programa Abrindo Caminhos da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALERR) foram destaques durante o ano de 2017 nos três campeonatos realizados pela Federação de Jiu-jitsu do Estado de Roraima (FJJERR). 
Na noite de sábado, 6, eles receberam o certificado de Melhores do Ano 2017, durante uma solenidade realizada no auditório da Fcauldade Cathedral, que reuniu aproximadamente 500 atletas.
O professor de Jiu-jitsu do Abrindo Caminhos, Bruno Romão, que também é vice-presidente da FJJERR, avaliou a participação dos atletas mirins e adolescentes como positivo, até mesmo em função do tempo de treino. “Esse certificado é o reconhecimento do treino que fizemos ao longo de um ano, porque são crianças que começaram do zero e não tinham conhecimento algum sobre o jiu-jitsu, então para mim é muito gratificante, sem palavras”, disse, ao ressaltar que os 200 alunos das quatro turmas de jiu-jitsu têm tudo para ser destaque no futuro.
Os alunos escolhidos como melhores do ano subiram ao pódio no Campeonato Roraimense de Jiu-jitsu 2017, na Copa Oswaldo Alves e na competição Norte Internacional Jiu-Jitsu. A atleta Karina Souza de Lima, 11 anos, tinha motivos de sobra para sorrir. Ela representou o Programa Abrindo Caminhos em duas diferentes competições, ficando em primeiro e segundo lugar. No total já conquistou três medalhas.
“Há uma felicidade e uma alegria muito grande dentro de mim por estar aqui. Sinto orgulho de mim. Quando cheguei ao Abrindo Caminhos achei que não iria dar certo, mas na verdade com o jiu-jitsu abriu-se portas. Meu sonho agora é não parar e me tornar no futuro uma grande jiujiteira”, comentou.
A vida da irmã de Karina, Maria Luiza Souza Araújo, 13 anos, que também foi primeiro lugar em dos campeonatos, mudou radicalmente. “Meu coração está aqui acelerado porque vou receber esse certificado. Muita coisa mudou na minha vida, como ser mais disciplinada e menos tímida. Valeu a pena!” garantiu a adolescente que já conquistou quatro medalhas.
Com os olhos brilhando de emoção, a mãe delas, Helen Carla Brito Souza, 35 anos, vendedora, disse estar muito orgulhosa do desempenho das filhas. “Esse ano que passou mudou muita coisa na minha e nas vidas das minhas filhas. A vitória não é só delas, mas minha também. Estou muito feliz porque esse programa despertou as atletas que tinha dentro de casa. A Maria Luiza, por exemplo, que pouco falava e cujo comportamento era diferente de outras adolescentes, está mais comunicativa, perdeu a timidez, melhorou as notas na escola. Tudo mudou, e para melhor”, disse, ao ressaltar que a terceira filha, com 8 anos de idade, também participa do programa, nas aulas de balé.
O adolescente Diego Assunção Silva, 14 anos, também foi destaque entre os melhores do ano. “Essa é uma alegria muito grande. Desde pequeno queria ser um atleta, como estou sendo agora, ainda na faixa branca, mas um dia chegarei onde quero. O Abrindo Caminhos é um programa muito bom e um dia ainda o vou representa-lo lá fora de Roraima. Serei um dia um grande atleta, registrando como o melhor do ano, como estou sendo hoje”, enfatizou.
Ele contou que é a prova viva de que o programa traz um norte para a vida dos participantes, mudando o cenário sempre para melhor. “Vou ser sincero, antes do programa eu era muito rebelde com minha mãe. Daí ela ameaçou me tirar do jiu-jitsu se eu não a respeitasse. Daí fiquei com medo e mudei. Hoje sou brincalhão e amoroso com minha mãe”, contou.
Uma das coordenadoras do Programa Abrindo Caminhos, Sigride Duarte, ressaltou que a noite de ontem se tornava ainda mais especial por conta dessa vitória dos alunos do jiu-jitsu. “É uma grande satisfação o Abrindo Caminhos participar deste grandioso evento, cujo programa vem sendo desenvolvido com muito carinho pelo deputado Jalser Renier (SD). Esse evento é somente o começo das grandes conquistas que essas crianças ainda irão de festejar”, afirmou.
Na avaliação do presidente da Federação, Edimar Silva, o Abrindo Caminhos vem cumprindo seu papel por meio do esporte, tirando muitas crianças e adolescentes da ociosidade. “Os alunos do Abrindo Caminhos estão sendo, praticamente, um dos melhores alunos nas competições, e isso é um exemplo que deve ser seguido. Temos muito a agradecer ao presidente Jalser Renier por está dando esse apoio ao professor Bruno Romão, e que no próximo ano, muito mais alunos sejam destaques”, ressaltou.
 
Por Marilena Freitas
SupCom/ALE-RR