O deputado Evangelista Siqueira (PT) está desenvolvendo um projeto que tem como foco a valorização da vida, haja vista que o Estado de Roraima ocupa o segundo lugar no ranking nacional de casos de morte por suicídio. O público alvo são todas as faixas etárias, mas com predominância os adolescentes e jovens, uma vez que a maior incidência de suicídios está entre pessoas com idade de 15 a 30 anos.

“Desde a aprovação da Lei 1.065/2016 que criou a semana de valorização da vida e prevenção ao suicídio, nós resolvemos criar um ciclo de palestras que está percorrendo o Estado, visitando escolas, associações de moradores e igrejas, focando na questão da prevenção ao suicídio. A gente leva profissionais da área como psicólogos e psiquiatras, e conversamos com a comunidade local sobre o tema”, explicou Siqueira.

O fato de Roraima estar entre um dos estados com maior número de suicídio, isso muito preocupa o parlamentar, que tem feito um trabalho voltado para despertar o valor da vida, com a realização de audiência pública, além de várias outras ações durante a semana alusiva à data, que acontece no mês de setembro. “Infelizmente Roraima ainda ocupa o segundo lugar. Mas nós estamos empenhados em mudar essa realidade. Para isso já percorremos mais de dez escolas da Capital e várias outras instituições de ensino do interior do Estado, levando essa discussão para os adolescentes e adultos”, afirmou o parlamentar.

As instituições governamentais e não governamentais interessadas nas palestras devem solicitar a visita da equipe multidisciplinar junto ao gabinete do deputado. “Basta solicitar e a gente vai até lá e conversa sobre o assunto, discute, apresenta dados e mais do que isso, procura criar um senso maior de valorização da vida na nossa população”, reforçou. A programação de visitas e palestras nas escolas para este mês de março está fechada.

HOJE – A equipe do parlamentar estará às 16h30 desta terça-feira, 13, na Escola Estadual Luiz Ribeiro de Lima, que fica localizada no bairro Equatorial. “Estarei lá, junto com a nossa equipe, para falar sobre prevenção ao suicídio no Estado, sobre o bem maior que é a vida, que deve ser valorizada ao invés de ceifada”, afirmou.

 

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR