Durante a 22ª edição da União Nacional dos Legislativos e Legisladores Estaduais (Unale), que encerrará nesta sexta-feira, 11, na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul (RS), um debate entre cinco pré-candidatos presidenciáveis no painel ‘Panorama político brasileiro’, serviu para avaliar as propostas dos candidatos. O próprio tema da Unale deste ano, ‘Os Desafios de um Novo Brasil’, já leva a se pensar em uma política econômica e social que contemple um país mais justo e com melhor distribuição de renda.

A deputada Lenir Rodrigues (PPS) avaliou como importante participar de debates que tratam sobre o futuro político do país. “Nós que somos representantes do Estado de Roraima temos uma grande responsabilidade ao participar deste debate, porque queremos saber quais as propostas destes pré-candidatos à presidência da República, principalmente no que se refere ao atendimento das vulnerabilidades do nosso povo brasileiro e quais eixos temáticos esses candidatos se preocupam”, explicou.

Lenir ressalta que o povo brasileiro está cansado de ver o Brasil, um país que é extremamente rico, mas com parte significativa do povo experimentando o sofrimento, porque quem conduz os rumos do país não consegue sequer oferecer os serviços básicos e essenciais garantidos na Constituição Federal.

“O pobre, o vulnerável não pode pagar o preço da corrupção, assim como não pode pagar também o preço da falta de governança. Queremos alguém que defenda a democracia brasileira, mas acima de tudo que possa defender o direito à vida, à liberdade de expressão, à diversidade e as políticas básicas como saúde, educação, cultura, habitação, saneamento básico e que tenha, principalmente, um olhar diferenciado para meio ambiente, à criança, o idoso e a mulher”, reforçou.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Coronel Chagas (PRTB), também compartilha da mesma opinião, haja vista que o debate é uma oportunidade para avaliar propostas. “Esse painel, logo em um ano que teremos eleições gerais, é importante para qualquer cidadão brasileiro ouvir cinco pré-candidatos ao cargo de presidente da República para saber quais são os projetos para o nosso país, principalmente na área de segurança pública, saúde, educação, infraestrutura e ver qual será a política econômica para redução da taxa de desemprego. Será a partir dessas propostas que formaremos nossa convicção política”, disse.

 

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR