Fotos: SupCom ALERR

Nem mesmo a oscilação do tempo, neste sábado, 19, impediu que os concurseiros de plantão assistissem as aulas das quatro disciplinas ofertadas durante a quinta edição do Sabadão Concurseiro, realizado pela Escola do Legislativo Cursos Preparatórios – Unidade do Silvio Botelho, que contou com a participação de quase 300 alunos, sendo que aproximadamente 90 deles assistiram aula na instituição pela primeira vez.

“A nossa expectativa superou neste 5º aulão, e isso é muito satisfatório porque estamos vendo que o objetivo da Escola do Legislativo está sendo alcançado. Sabemos que 70% dos alunos que estão aqui vão fazer o concurso da Assembleia Legislativa. A nossa segunda demanda é para o concurso da Polícia Militar (PM), e estamos nos organizando para essa semana iniciarmos as inscrições dos cursos que vão atender o edital de Polícia Militar”, disse a coordenadora da instituição, professora Cristina Mello, ao ressaltar que foram distribuídas 800 apostilas.

Neste sábado foram ministradas as disciplinas de Direito Constitucional, Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE/RR), Português e Resolução de Questões de Direito Administrativo, sendo esta última ministrada pelo professor Lausson Magalhães.

“Essa nossa aula foi específica para o conteúdo pedido no edital do concurso da Assembleia. Trabalhamos várias questões para aprimorar e agilizar os alunos no entendimento das questões e resoluções, para que no dia da prova tenham êxito nesta disciplina. São questões que a Funrio, Fundação responsável pela prova do concurso da Assembleia, já aplicou em outros concursos, para que eles vejam como a instituição trabalha dentro dessa temática. É muito provável que essas questões respondidas aqui nas aulas caiam no dia da prova, já que é a mesma banca”, explicou o professor.

A aluna Cleide Feitosa, 42 anos, casada, natural de Belém (PA), soube das aulas da Escola do Legislativo por meio do rádio, e está há cerca de 20 dias frequentando a instituição, pois concorre a uma das vagas de Assistente Legislativo. “Estou conciliando o serviço de casa, de cuidar do marido, o trabalho externo e os estudos. Quando não estou aqui e tenho folga em casa, tranco-me no quarto e vou ler minhas apostilas. Gosto muito das aulas da Escola do Legislativo e minha nota é 100, porque não existe curso de graça do lugar de onde vim”, avaliou.

A assistente social Regiane Oliveira, 35 anos, solteira, é mãe de três filhos e consegue organizar o tempo de forma a reservar parte para estudar. O Sabadão Concurseiro foi uma ótima ideia porque durante a semana tem os afazeres domésticos e o cuidado com os filhos, como deixar e buscar na escola. “Agora que está se aproximando a data das provas está mais maçante, mas tenho que intensificar. Venho estudando a quase um ano Direito Administrativo e Constitucional, que sempre cai em prova, independente do cargo ofertado. E como não estou trabalhando, tenho dedicado bastante tempo, em média estudo três a quatro horas por dia”, afirmou.

 

Marilena Freitas

SupCom ALERR