Mais de 14 mil candidatos disputam uma das 41 vagas ofertadas no certame

 

Foto: SupCom ALERR

Para mais de 14 mil candidatos, o domingo (24) foi dia de acordar cedo e ir em busca do sonho da estabilidade profissional por meio do ingresso no serviço público. A prova do concurso da Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR) está sendo realizada de 8h às 12h para os cargos de nível superior em dez escolas. À tarde, das 14h às 18h serão aplicadas as provas para os cargos de nível médio em 24 locais.

O candidato, Lacerda Carvalho, de 31 anos, está disputando uma das vagas para o cargo de assessor técnico legislativo, cargo mais concorrido do certame, e afirma que as expectativas são melhores, uma vez que ele vem se preparado há cinco meses.

“É um concurso que muita gente esperava e se preparava. O Poder Legislativo é atrativo pela carreira promissora, pelo compromisso com os servidores, e o papel que ele exerce perante a sociedade. Estudei em casa, fiz cursinhos e agora espero um bom resultado”, acredita o candidato.

Alexandre Ribeiro Bezerra, de 41 anos, veio de Minas Gerais (MG) para prestar o concurso e já fez mais de dez certames pelo Brasil, dos quais em três ele obteve aprovação. “Inicialmente fazemos uma busca pelos estados que estão realizando certames e decidimos pelo melhor cargo e daí iniciamos uma preparação especifica para o concurso. Foco e concentração que uma hora nosso momento chega”, detalhou o concurseiro.

 O superintendente geral da Assembleia Legislativa, Andreive Ribeiro, avalia a aplicação das provas como organizada. “Os alunos estão tranquilos e preparados. O concurso está transcorrendo de maneira organizada e com isso esperamos o melhor resultado”, concluiu o superintendente.

PROCURADOR – Os candidatos ao cargo de procurador não realizaram as provas. Por volta das 8h20 da manhã deste domingo (24), a Funrio –  empresa organizadora do concurso público –  informou à Assembleia Legislativa sobre a suspensão da prova para este cargo, em razão de uma fissura de 20 cm identificada em um dos envelopes de prova. Para assegurar a lisura e a transparência do processo, as provas para o cargo foram canceladas, com a liberação do caderno de questões do certame para os candidatos.

A empresa informou ainda estar adotando as providências para a apresentação de um novo cronograma para esse cargo em específico, e os alunos que não quiserem fazer a prova ou não puderem na nova data terão reembolsados o valor da taxa de inscrição.

 

Tarsira Rodrigues

SupCom ALERR