Pular para o conteúdo

Renato Silva afirma que tem prezado pelo diálogo com o Governo

Parlamentar afirma que principal preocupação são contratos e a prestação de serviços na Saúde

Ao usar a tribuna em sessão nesta quarta-feira (5), na Assembleia Legislativa de Roraima, o deputado Renato Silva (PRB) afirmou que tem buscado diálogo com o Poder Executivo na busca por soluções para o Estado.

Ele citou como exemplo o encontro com o secretário-chefe da Casa Civil, Disney Mesquita, na tarde de terça-feira (4). Segundo ele, o conteúdo da conversa foi voltada à situação da Saúde Pública em Roraima.

“Ontem estive no Palácio a convite do chefe da Casa Civil, conversa agradável e produtiva. Havia pessoas criticando minha ida ao Palácio. Vocês querem resultado ou querem que eu vá todos os dias para tribuna?”, questionou. Nesta conversa, segundo ele, foi apresentado ao secretário-chefe da Casa Civil situações no HGR (Hospital Geral de Roraima) e problemas no hospital em Iracema (a 93 quilômetros de Boa Vista), como a queda de um forro.

O deputado ressaltou a necessidade de o Governo do Estado estruturar os hospitais do Interior para atender aos moradores dos municípios afastados da Capital e desafogar o HGR.

Para ele, é importante que o Legislativo e o Executivo ajam em entendimento em prol da população. Sobre os contratos com a Saúde, Renato Silva pediu para que o secretário analisasse os tipos de serviços oferecidos por estas empresas. “Minha preocupação não é só o tipo de serviço, mas um serviço que está sendo de péssima qualidade. Aqui ninguém está parlamentar para perseguir empresário. Mas se [a empresa] já foi multada, notificada e mesmo assim o problema não foi resolvido, temos que cancelar estes contratos”.

O deputado Neto Loureiro (PMB), em aparte, contou sobre a participação nesta reunião e disse que após visita ao HGR, enfermeiros apresentaram a ele o pedido por equipos de bombas de infusão. Além disso, sugeriu aos demais parlamentares para que se unissem e apresentassem uma indicação ao Governo para aquisição de uma ambulância para atender ao HGR. “Só tem uma ambulância para atender as unidades, essa ambulância fica no Hospital das Clínicas”.

Em relação ao Hospital de Iracema, a deputada Angela Águida Portella (PP) diz conhecer a realidade daquela Unidade, que recebe moradores dos municípios vizinhos como Mucajaí e Caracaraí, sem a estrutura adequada. A parlamentar citou que a gestão é compartilhada entre Estado e Município, porém, não há uma definição clara de responsabilidades. “A primeira coisa que tem que ser feita é devolver o hospital para responsabilidade do Estado para buscarmos apoio dos deputados federais para reforma, equipamentos e insumos. É um município da agricultura familiar, as pessoas são carentes”.

A mesma atenção pediu o deputado Renan Filho (PRB), mas em relação ao hospital de Alto Alegre. “É a segunda vez que a gente faz indicação para que a Secretaria coloque centrais de ar condicionado para que o hospital de Alto Alegre possa funciona”.

A deputada Aurelina Medeiros (Pode) colaborou com o discurso de Renato Silva com informações sobre responsabilidade do Executivo em hospitais em algumas cidades do Interior. Na visão da parlamentar, “o Estado assumindo [a gestão dos hospitais], as parcelas do SUS passariam para o Estado. O ideal é gestão compartilhada mesmo, os prefeitos têm essas parcelas e o Estado só complementa”.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Alex Paiva

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0