Números, computadores e uma vontade: seguir os passos do pai e entrar em uma universidade. No início deste ano, Ozeias Souza, de 19 anos, comemorou em dose dupla o resultado das provas, aprovado em Ciências da Computação na Universidade Federal e Universidade Estadual de Roraima.

Nessa caminhada até a aprovação, a Escola do Legislativo esteve presente na vida de Ozeias. Ele iniciou os estudos na unidade cursando Informática, já pensando na futura profissão. Após isso, Matemática Básica, Redação e as disciplinas abordadas no curso preparatório foram fundamentais para um resultado positivo no final.

“Eu sempre quis fazer Ciência da Computação porque é uma área que tem muita demanda no mercado e pouco profissionais capacitados para esse tipo de serviço”, disse o jovem, ao explicar que para chegar lá, a rotina dele era a seguinte: de segunda a sexta, curso preparatório pela manhã na Escola do Legislativo. À tarde, à noite e aos finais de semana, ele revisava o conteúdo.

Com uma rotina semelhante, Gabrielly Gonçalves, com apenas 18 anos, também já passou em dois vestibulares. O primeiro em 2017, para Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no Instituto Federal de Roraima (IFRR). Ao iniciar as aulas, a estudante percebeu que não se encaixava ali. Dessa vez, ela apostou em Serviço Social na Universidade Estadual de Roraima (Uerr), e finalmente se encontrou.

“No meio do ano passado eu me inscrevi novamente no curso preparatório e comecei a estudar focada na Uerr. Além do preparatório, os aulões me ajudaram muito, e então consegui passar”, disse a estudante.

 

De “concurseira” à concursada

“Pedras no Caminho? Guardo todas, um dia construirei um castelo”, dizia Fernando Pessoa. E foi assim que Alessandra Bentes fez ao se ver desempregada: decidiu começar a estudar e construir o próprio castelo. Com o tempo livre para estudar, ela iniciou o curso preparatório para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) apenas para aprender mais sobre português e matemática, pois o foco mesmo era passar em um concurso.

Logo depois, eis que a oportunidade chegou, e o município de Boa Vista abriu edital para a área de Educação, e a Escola do Legislativo ofertou um preparatório para este certame. Sem perder tempo, ela se inscreveu para cuidadora. “Tudo o que eles passaram ali [na Escola do Legislativo], foi o que caiu na prova.”

Agora, sentada no “trono da aprovação”, Alessandra, sente que valeu a pena o esforço. “Tudo que é de concurso sabemos que é muito caro, cursinho, material. E nem sempre a gente tem condições de investir nisso. Mas algo gratuito e de boa qualidade é um incentivo. A pessoa só precisa ter a atitude de ir atrás e estudar”, completou.

Sabendo dessa problemática, a Escola do Legislativo – Unidade Silvio Botelho oferta gratuitamente, há dois anos, cursos preparatórios para ajudar essas pessoas a realizarem o sonho. As turmas são abertas de acordo com os editais lançados ao longo do ano. Quem tem interesse em se preparar para estes certames pode se informar direto na unidade, localizada na avenida Sólon Rodrigues Pessoa, 1313, bairro Silvio Botelho. Mais informações pelo telefone 98402-3402.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: Eduardo Andrade / Jader Souza

SupCom ALE-RR