Neste fim de semana, 03 e 04 de agosto, a atleta do Abrindo Caminhos Dircelly Oliveira, de 17 anos, participa do Vitória International Open de Jiu-Jitsu, no Espírito Santo. Para ela, essa é uma oportunidade de ganhar mais visibilidade fora do Estado, uma vez que a competição vale pontos para o ranking nacional.

A dedicação e compromisso da atleta ao esporte são destacados pelo treinador Bruno Romão que disse estar confiante quanto ao resultado da competição. “A adversária que ela tem mais forte na categoria, a Dircelly já ganhou dela, então as chances são bem reais de trazer a medalha de ouro.”

Após ter experiência em quatro competições fora do Estado, entre regionais, nacionais e internacionais, Dircelly disse estar segura para enfrentar as oponentes no tatame, no primeiro ano competindo na categoria adulto. “Estou muito confiante que vou trazer a medalha. Já sei que são meninas mais experientes que eu, mas eu vou continuar o meu treino de uma forma mais intensa.”

Dircelly participa desde o início do programa e despertou um carinho especial na equipe, como explicou a diretora do Abrindo Caminhos, Viviane Lima. “Dar uma oportunidade para a realização de um sonho dela é muito gratificante. Em breve ela vai estar completando 18 anos e esse pode ser um dos últimos campeonato dela pelo programa”, frisou.

Experiência compartilhada

Além do esforço para alçar as próprias conquistas, a atleta ainda ajuda aqueles que estão iniciando a caminhada no esporte, atuando como uma espécie de monitora da turma.

A diretora confessa que essa pode ser uma maneira da menina continuar a fazer parte do programa. “Nós estamos até procurando uma forma para que essas crianças que completam 18 anos continuem participando com a gente”, disse Viviane.

A menina conta que o programa foi importante na construção da atleta que ela é hoje. “Antes do programa eu não era reconhecida, mas agora eu sou referência. Eu faço o que eu amo”, finalizou.

Texto: Bárbara Araújo

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR