O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Jalser Renier (SD) divulgou na tarde esta sexta-feira (20), o resultado do seletivo para o intercâmbio na Argentina, ofertado pelo Poder Legislativo. Cinco alunos do curso de espanhol da Escola do Legislativo terão a experiência oferecida pelo Poder Legislativo.

Para escolher entre os 37 inscritos no seletivo, a instituição realizou prova escrita e de conversação. A viagem realizada no primeiro semestre de 2020 terá duração de sete dias. Está incluso a alimentação, hospedagem e passagens sem nenhum custo aos aprovados.

Dar oportunidade de desenvolvimento por meio da educação é uma das bandeiras que o chefe do Legislativo levanta.“Hoje nós temos uma grande realidade que é fazer com que esses alunos que entraram para fazer espanhol na nossa escola tenham a oportunidade de praticar o idioma dentro de um lugar que fala exclusivamente esse idioma”, pontuou Jalser Renier.

A Escola ofertou anteriormente um intercâmbio aos alunos de inglês. Vendo o resultado positivo no aprendizado dos participantes, a proposta foi ofertada novamente, mas desta vez aos estudantes da língua hispânica, explicou a diretora da instituição, Cristina Mello. “Eles irão conhecer outro país e colocar em pratica o que aprenderam e trarão uma experiência fantástica tanto para sua vida pessoal como profissional.”

Ter a chance de dialogar com nativos da língua estudada é importante para dar fluência aos estudantes. Mas pagar um intercâmbio não está no orçamento de grande parte da população. Por isso, a professora Aimara Allen ressalta a importância desta viagem. “Eles vão ter que se comunicar e perguntar informações novas e isso vai fazer diferença no aprendizado deles na língua espanhola”.

Quem são os selecionados?

O primeiro nome a ser chamado foi o da professora Maria Rita Lopes, de 55 anos. Apaixonada pelo conhecimento e pelo espanhol, para ela a experiência vai além da prática do idioma. “Estou feliz de alcançar esse sucesso concorrendo com os mais jovens. Então pra mim é uma gratidão. Conhecer outra cultura abre um leque de oportunidades e amplia a nossa visão. Você aprende a respeitar a diferença e melhora como pessoa.”

Para quem teve que percorrer três vezes por semana, 203 km de Pacaraima a Boa Vista para estudar na Escola do Legislativo, ouvir que estava entre os selecionados provou para a agricultora Neydaiane Queiroz, de 35 anos que todo esforço valeu a pena. “É muito gratificante porque não tem vitória sem luta. Então hoje eu estou aqui pra representar o meu Estado e levar meus conhecimentos que aprendi na Escola do Legislativo”.

O estudante de 28 anos, Daniel dos Santos acredita que por meio do aprendizado do espanhol, muitas portas se abrirão. A confirmação disso é a oportunidade de ir à Argentina praticar a língua estudada. Eufórico ele agradeceu a chance de viajar para fora do país pela primeira vez. “Estou maravilhado, não tenho palavras para descrever. Quero agradecer ao presidente Jalser Renier que tem levado educação a toda população Eu encontrei no espanhol a felicidade de conhecer o mundo”.

Ao saber da possibilidade de ir dialogar com falantes nativos fora do Brasil, a estudante Victoria Ramos, de 18 anos, colocou como meta passar no seletivo, e muito estudo e dedicação fizeram com que ela conseguisse o objetivo. Em uma mistura de ansiedade, felicidade e empolgação ela compartilha a satisfação deste momento. “Passei a me dedicar mais aos estudos, a praticar mais o espanhol. Eu sempre gostei do idioma e sempre achei que fosse abrir portas e realmente está abrindo.”

Com dois filhos pequenos, conciliar o trabalho na pastelaria, o estudo e a rotina em casa foi um desafio para a Rayane de Souza, de 28 anos. Mas o sonho move as pessoas, e com o apoio tudo isso fica mais leve. Agora ela pode comemorar com a família a viagem à Argentina. “Além de estudar, eu tinha que ser mãe também. Se não fosse a minha família aguentar essa outra parte da minha vida eu não estaria aqui. Quando eu vi essa oportunidade eu agarrei com tudo.”

Texto: Bárbara Araújo

Foto: H. Emiliano

SupCom ALE-RR