Para quem pretende abrir ou ampliar uma empresa, uma ferramenta essencial é um plano de negócios, ou seja, um planejamento no qual o empreendedor pode definir quais serão os primeiros passos do empreendimento e onde deseja chegar. Essa medida diminui a chance de erros na hora de investir tempo e dinheiro.

A administradora Luanda Cavalcante ministrará um curso on line sobre o assunto na Escola do Legislativo. Ela explica que a elaboração de um plano é pré-requisito básico para quem quer abrir uma empresa. “O processo de colocar no papel todos os passos da empresa, refletindo sobre a viabilidade de sua ideia, dá ao empreendedor uma ferramenta de apoio à gestão, que poderá ser passada a todos seus funcionários e parceiros, para deixar claro qual a missão e os objetivos do negócio.”

O plano de negócios detalha o ramo da empresa, produtos, serviços, concorrentes e os fornecedores. O documento deve conter análise de mercado, estratégias de marketing, investimento financeiro e as metas a serem alcançadas pelo negócio.

Riscos

Quem não planeja pode encarar várias surpresas na hora de gerenciar uma empresa. A jornalista Jaqueline Pontes, de 27 anos, iniciou no ano passado a venda de roupas femininas pelo Instagram. Em seguida, ela partiu para uma loja física. Como não fez um plano de negócios, ela contou que no começo teve dificuldades ao lidar com o marketing dos produtos nas redes sociais, a reposição de peças e o financeiro.

Neste ano, outro desafio para a empreendedora foi a restrição econômica, em razão do distanciamento social. “Eu sinto que fui prejudicada pela falta de planejamento, por não conhecer mais profundamente o ramo que eu estava começando. Por mais que a minha loja seja jovem, se eu tivesse me planejado mais, essa crise teria claro que sim me atingido, mas não de forma tão intensa como foi.”

Durante o distanciamento, a loja física ficou fechada por três meses e para lidar com as despesas, adotou as vendas virtuais e o serviço de entrega em domicílio. “Foi assim que consegui segurar a minha empresa para que não quebrasse”. No mês de novembro, a loja vai completar um ano de atuação, e um dos aprendizados da empreendedora é ter o hábito de planejar. “Já comecei a planejar o próximo ano, porque se a gente não se planejar, não sai do lugar.”

Dicas para elaborar um plano de negócio

A professora explicou que a pessoa pode elaborar sozinha um plano de negócios, mas se tiver dificuldade, como por exemplo na área de finanças, pode procurar um profissional especializado, por exemplo um contador. “É super importante a pessoa realmente colocar a mão na massa, porque quanto mais pesquisas em relação ao mercado, ao público-alvo, mais vai conhecer o seu próprio negócio.”

Para quem deseja elaborar um plano de negócio, a primeira dica da professora é procurar um modelo conforme a realidade da empresa. A segunda dica é verificar a situação atual do mercado, principalmente neste momento de reabertura do comércio, após a flexibilização do distanciamento social.

“Eu preciso conhecer qual é o meu mercado, qual a situação do mercado que está hoje. A gente observa que com a pandemia muita coisa mudou, então é preciso realmente fazer uma boa análise do mercado”, explicou a professora.

Conhecer o público alvo da empresa é a terceira dica. “Quem são as pessoas para quem deseja vender ou que você já vende? Será que você realmente conhece? Quais são os hobbies? Qual a faixa etária? Qual a renda? São informações importantes para direcionar o marketing do seu negócio.”

A quarta dica é descobrir o diferencial do empreendimento. “Por que os meus clientes vão comprar comigo e não com os meus concorrentes? Qual o seu diferencial, o que posso ofertar a mais para o meu cliente?”. Paciência é outro conselho da professora, pois elaborar um plano e colher os resultados exige tempo, pesquisa e dedicação.

Curso

Quem ficou interessado pode participar do curso online Como Elaborar Um Plano de Negócios, ofertado pela Escola do Legislativo, ministrado pela professora Luanda Cavalcante. Os interessados podem se matricular até esta quarta-feira (29), no site da Assembleia Legislativa de Roraima (https://al.rr.leg.br/)

O curso é totalmente gratuito e é um dos 7 sete inéditos ofertados pela Escola do Legislativo nesta etapa. Ao todo foram disponibilizados 16 cursos pela plataforma EaD (Educação a Distância). Serão 12 mil vagas distribuídas nas áreas de gestão, segurança na saúde e na internet, informática, trânsito e auxiliar administrativo. As aulas ocorrerão de 1º até 10 de agosto.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Jader Souza

SupCom ALE-RR