Nesta semana, o Procon Assembleia vai notificar oito empresas na capital para pedir esclarecimentos sobre os preços de carne bovina e de frango, que nestes estabelecimentos, estão sendo comercializadas com um preço acima dos demais. Um exemplo dessa variação é o corte de filé bovino, que apresenta uma diferença de até R$ 13,23 entre os supermercados consultados.

Nos dias 20 a 21 deste mês, o Procon Assembleia realizou uma pesquisa em 15 estabelecimentos, em bairros diferentes. Durante o levantamento, a equipe identificou empresas com possíveis preços abusivos, informou o advogado da instituição, Gregório Nunes. “Nós iremos notificar oito empresas, onde foi constatado que a carne e o frango estão sendo vendidos por um preço bem mais caro em relação aos outros supermercados. E a partir dessa notificação, a empresa terá o prazo de dez dias para apresentar a sua defesa.”

Após as empresas apresentarem justificativas sobre os valores cobrados, o advogado explicou o que será feito se for confirmada a prática de preços abusivos. “Esses procedimentos serão encaminhados para o Ministério Público e para a Delegacia de Defesa do Consumidor, onde essas empresas poderão responder criminalmente.”

Ainda segundo a pesquisa, outra variação é no preço do acém, de R$ 16,90 para R$ 23,00, uma diferença de R$ 6,01. Já o frango, o menor preço é de R$ 6,99 em três supermercados, no Caimbé, Jardim Primavera e São Vicente. Do mesmo item, o maior preço é de R$9,99.

 

Preços abusivos

Combater a prática abusiva de preços é uma das propostas do Procon Assembleia, por meio de levantamentos de preços como este. O consumidor também pode denunciar se detectar uma possível elevação de preço ou outras irregularidades na relação de consumo. Para isso, basta ligar pelo telefone (95) 98401-9465, de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h.

A instituição já realizou pesquisas de materiais de construção, cesta básica, gás de cozinha, água, máscaras, álcool em gel e outros itens, conforme a demanda da população no mercado local.  Confira o levantamento sobre preço da carne e outros no site da Assembleia Legislativa de Roraima https://al.rr.leg.br/pesquisas-procon/.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Jader Souza 

SupCom ALE-RR