Pular para o conteúdo

PREÇO DA CARNE Em reunião com Procon Assembleia, Coopecarne anuncia novo aumento

A notícia não é animadora para os consumidores nos próximos dias em Roraima. Em reunião com o Procon Assembleia, nesta sexta-feira (6), a Coopecarne (Cooperativa Agropecuária de Roraima) informou que haverá um novo aumento no preço da carne nos próximos dias.
Segundo o presidente da cooperativa, Nadson Pinheiro, a justificativa está na escassez de gado para abate, além do aumento no preço de itens como o milho, a soja e outros insumos. Atualmente, o distribuidor compra do produtor o quilo do boi abatido a R$ 18,00 e passará a valer R$ 20,00 nos próximos dias.
“Ontem fomos surpreendidos por um distribuidor que lançou um aumento no valor, algo em torno de 11%, que a gente tinha expectativa de que não ocorreria de imediato, ocorreria próximo ao período de festas”, justificou. Para chegar ao consumidor final, explica Nadson Pinheiro, outros valores são embutidos, principalmente dos varejistas. “Chegando no mercado final, no varejo, eles colocam a margem deles, porque eles também têm um custo com funcionários, com energia, com frio”, acrescentou.
O presidente da Coopecarne não estima previsão de redução no preço a curto prazo. “Tende a ficar mais caro porque o estoque está baixo e na pecuária essa reação positiva é demorada”, lamentou.
O advogado do Procon Assembleia, Samuel Weber, acompanhou todas as explicações do representante da Coopecarne e de pecuaristas presentes na reunião. Diante das demandas, notificará açougues e supermercados para monitorar as principais causas do aumento ao consumidor final. “Se tem algum valor embutido de forma ilegal, algo que o Código de Defesa do Consumidor não permite, todo aumento precisa ser justificado”, declarou.
Ainda de acordo com Samuel Weber, muitas pessoas reclamaram no Serviço de Defesa do Consumidor sobre o preço praticado nos estabelecimentos comerciais do Estado. A diferença chega a ser de 10% a 15% de um empreendimento para o outro, para o preço da mesma carne.

Para o dinheiro render, orienta o advogado do Procon Assembleia, a dica é pesquisar. “O consumidor tem que ter cautela, a maioria dos estabelecimentos tem rede social para informar os dias de promoções da carne e então pesquisar”.

Denúncias ou reclamações quanto aos direitos do consumidor, o Procon Assembleia funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h pelo telefone (95) 98401-9465.

Texto: Yasmin Guedes
Foto: Jader Souza
SupCom ALERR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0