Pular para o conteúdo

UNIVERSO DO SILÊNCIO Documentário retrata cotidiano de surdos e seus desafios

O que faz um surdo ser diferente das demais pessoas? Nada. A resposta está no documentário “Universo do Silêncio”, produzido pelo fotógrafo JPavani e exibido pela TV Assembleia (57.3) e redes sociais da Assembleia Legislativa de Roraima (@assembleiarr) a partir desta terça-feira (13), com estreia às 19h30, após o programa Em Pauta, com reprise às 21h e 0h.
Dois personagens, Ronilson e Ana Maria, retratam a vida de quem nasceu e/ou desenvolveu a deficiência auditiva e utiliza de recursos como a Libras (Língua Brasileira de Sinais) e a oralização das palavras. A ideia, de acordo com JPavani, nasceu do contato com um surdo no curso de Marketing em uma faculdade particular. A partir daí, o fotógrafo reuniu outros profissionais para ministrar um curso de fotografia para surdos.
“Foi nesse momento que eu vi a dificuldade e o número de surdos em nossa cidade que a gente não se dá conta no dia a dia”, ressaltou JPavani. Em 2017, na aplicação do curso, o documentarista iniciou as filmagens para a produção, que foram finalizadas neste ano.
JPavani agradece a oportunidade abraçada pela TV Assembleia em divulgar os conteúdos produzidos em Roraima. “A TV Assembleia está abrindo as portas de verdade para que a gente possa mostrar ao Mundo o que a gente produz e, principalmente, mostrar essas pessoas”, frisou. “Precisamos propagar informação, existem muitos brasileiros surdos e nós precisamos integrá-los, fazer com que interajam com outras pessoas”.
Dentro da grade de programação da TV Assembleia existe o espaço “Cabine Brasil” para reprodução de conteúdos locais. A superintendente de Comunicação do Poder Legislativo, Sônia Lúcia Nunes, ressalta que o veículo de comunicação público está aberto aos produtores locais. “Nesse espaço a gente dá a oportunidade para as produções audiovisuais feitas por pessoas da terra e  de quem veio de fora, abraçou nossa terra e produz muito conteúdo”.
A história 
O documentário originou-se no curso de oficina de fotografia para surdos, ocorrido em 2017, na UFRR (Universidade Federal de Roraima). Além deles, Ronilson, repositor de farmácia, e Ana Maria, escrivã da Polícia Civil, mostram as rotinas de trabalho e as formas de comunicação. Ele se comunica por Libras, ela pela oralização. Sem escutar nenhuma palavra, Ana Maria aprendeu a falar e, atualmente, realiza oitivas pela leitura labial.
“E é impressionante que se você não se der conta, a Ana Maria vai falar com você como se ela não fosse surda, eu vi e fiquei impressionado, me arrepio só em falar, ela tem uma cabeça fantástica”, destacou JPavani.
Equipe  
O documentário Universo do Silêncio tem 22 minutos de duração e tem a participação de vários profissionais, da roteirização à edição, como Éder Santos, Victor Mattioni, Charles Resplandes e Pablo Felippe. Participam ainda os fotógrafos Jorge Macedo, Marcelo Camacho e Marcelo Mora.
Texto: Yasmin Guedes
Foto: Reprodução / Universo do Silêncio
Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0