Pular para o conteúdo

CONCURSO/EDUCAÇÃO – Alunos reforçam conhecimento durante aulão da Escolegis

O Regime Jurídico dos servidores públicos civis de Roraima, Lei Complementar nº 053/01, abriu o II Aulão da Seed, realizado na noite desta segunda-feira (26), transmitido ao vivo pela TV Assembleia, canal 57.3, e pelas redes sociais da Assembleia Legislativa de Roraima (@assembleiarr). Para quem perdeu, a TV Assembleia reprisará no sábado (31) e domingo (1º) todo o evento, a partir das 14h.  O aulão contou com a participação de vários internautas e dos parlamentares.

A professora Gislayne de Deus conduziu a disciplina, uma das principais nos certames estaduais. Ela falou sobre exoneração, processo administrativo, carga horária, penalidades ao servidor público, cargos comissionados. “Essa banca adora essa parte do regime disciplinar. Tem muita coisa que ficará para uma próxima oportunidade”, ressaltou.

A disciplina de Redação foi ministrada pela professora Gracinara Teixeira, que lembrou aos alunos da importância de se atentar para as regras do edital e os critérios para a redação. “Ter conhecimento do tema, habilidade argumentativa, sequência lógica, coerência e coesão textual, morfossintaxe e acentuação, pois esses são os seis critérios solicitados pela banca”, disse.

Sobre os possíveis temas, Gracinara descartou assuntos comuns como aqueles cobrados em provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ou vestibular. “Minhas sugestões são o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente], pessoa com deficiência, EJA [Educação de Jovens e Adultos], diretrizes curriculares do ensino médio e as 10 competências da BNCC [Base Nacional Curricular]”, supôs.

Letra legível, margem, rasuras, uso de palavras em língua estrangeira, disse a professora, são itens importantes que devem ser observados pelo candidato, pois contam na avaliação final da banca.

O encerramento do aulão ficou com o professor de legislação, Guilherme Peres, que tratou sobre o ECA. Ele explicou a diferença entre criança e adolescente e as fases da legislação. “Quando se fala de criança e adolescente, nós temos que dar a devida prioridade a eles”, afirmou.

Peres abordou os direitos das crianças e dos adolescentes a partir da resolução de questões de provas aplicadas em outros certames, envolvendo a legislação no âmbito escolar.

Internautas pedem reprise do aulão

Pelas redes sociais da Assembleia Legislativa (@assembleiarr), moradores de Boa Vista e cidades do interior como Alto Alegre, Normandia, Caroebe e Caracaraí acompanharam as explicações dos professores, pediram outros aulões e reprise de todo o conteúdo.

“Esse aulão veio para somar, estou aproveitando o máximo”, disse a internauta Maria Barbosa do Nascimento. “Não tem como chutar em redação”, brincou Juliana Silva.

A presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra (SD), acompanhou o aulão do início ao fim e agradeceu a participação da população. “Temos professores de qualidade, sempre atuantes, preparados e qualificados em todas as metodologias existentes. Eles têm dinamismo para estar ao vivo e distribuir informações para outros professores”, enfatizou.

A deputada Lenir Rodrigues (Cidadania) falou da felicidade da realização deste concurso para o Estado, assunto recorrente no Parlamento. “É uma luta permanente, inclusive para os professores indígenas, que eu coloquei emenda. Essa é a hora em que a Assembleia dispõe de suas melhores ferramentas para ajudar os professores a se tornarem concursados em Roraima”, disse.

O presidente da Comissão de Educação, Desportos e Lazer da Assembleia Legislativa, deputado Evangelista Siqueira (PT), por vídeo, lembrou das diversas reuniões e tempo de espera dos docentes para realização do certame. “A gente vem de um ciclo em que os profissionais da educação viviam instabilidade todos os anos, sem saber se teriam ou não os contratos renovados”, lembrou.

QRCode 

No decorrer das aulas, a Escolegis disponibilizou um QRCode no canto inferior esquerdo da tela. Ao apontar a câmera do celular, os concurseiros tiveram a oportunidade de baixar o conteúdo da aula direto no aparelho telefônico pessoal.

Aulas presenciais 

Antes do II Aulão SEED começar, a presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra, anunciou o retorno das aulas presenciais na instituição. As inscrições ocorrerão no dia 28 de julho, a partir das 10h, pelo site da Assembleia Legislativa de Roraima (al.rr.leg.br).

Serão quatro turmas presenciais, com 100 alunos cada. As aulas começarão no dia 2 de agosto, no período da noite. Serão duas turmas na Escolegis do bairro Liberdade, avenida Venezuela, 1645, e mais duas turmas na Escolegis do bairro Pintolândia, rua Solón Rodrigues Pessoa, 1313.

As unidades atenderão a todas as recomendações de segurança sanitária emitidas pelos organismos de Saúde, em combate a covid-19 e/ou outras doenças infectocontagiosas. Haverá distanciamento entre as cadeiras e disponibilidade de álcool em gel, bem como a obrigatoriedade de uso de máscara em todas as dependências da Escolegis em horário de aula.

O concurso 

As inscrições para o concurso público da SEED (Secretaria Estadual de Educação e Desportos) seguem até o dia 16 de agosto pelo site da banca organizadora, Instituto Brasileiro de Formação Continuada (IBFC). São 650 vagas, entre ampla concorrência e para pessoas com deficiências, com salário de R$ 3.782,94 para jornada de 30h semanais.

É necessário ter, no mínimo, licenciatura em uma das áreas: Artes, Ciências Biológicas, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia.

A taxa de inscrição é de R$ 100,00. Doadores de sangue ou inscritos no Cadastro Único do Governo Federal têm direito à isenção. O concurso foi dividido em três etapas: prova objetiva, prova discursiva e prova de títulos.

Texto: Yasmin Guedes

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0