Pular para o conteúdo

POLÍTICAS PÚBLICAS
Live debate papel do esporte como meio de inclusão social para pessoas com deficiência

No Dia Nacional do Atleta Paralímpico, celebrado nesta quarta-feira (22), a TV Assembleia (57.3) e as redes sociais da Casa Legislativa transmitiram a live “Esporte – Ferramenta de Inclusão Social”. O evento faz parte da Semana da Pessoa com Deficiência, cuja programação especial se encerra na próxima terça (28).

O bate-papo híbrido foi mediado pelo coordenador do Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência do Poder Legislativo, Jean Martins, que conversou com o coordenador do Centro de Referência Paralímpico de Roraima, professor Vinícius Denardin, e com a deputada Lenir Rodrigues (Cidadania), presidente do Programa de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia.

A parlamentar ressaltou que uma educação sem a inclusão da pessoa com deficiência é ineficaz e falou da necessidade de o Estado fortalecer o trabalho de socialização desse aluno e apresentar, como poder público, ferramentas que proporcionem acesso ao esporte.

“Nós acreditamos na força do esporte. O que nós queremos é fomentar a discussão e mostrar que as pessoas com deficiência são capazes de praticar um”, afirmou Lenir Rodrigues.

O professor Vinícius Denardin acrescentou que a inclusão deve ocorrer desde as aulas de Educação Física do ensino escolar. “Se não formar atletas para competição, não tem problema, pois vamos oferecer mais qualidade de vida, benefícios motores, físicos e mentais para o desenvolvimento social de qualquer pessoa, inclusive com deficiência.”

Ele também falou sobre o funcionamento do Centro de Referência Paralímpico de Boa Vista, que começou os atendimentos em 2019, mas logo depois suspendeu as atividades em razão da pandemia, devendo retomá-las neste mês.  A instituição atende gratuitamente pessoas de

12 a 35 anos nas modalidades de atletismo e natação, e conta com a parceria da Universidade Estadual de Roraima (UERR) e do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Outro ponto discutido durante a live foi a capacitação de professores de educação física, a fim de que eles possam identificar pessoas com deficiência para participarem de competições. Conforme a deputada Lenir Rodrigues, diante disso, o poder público poderá receber um diagnóstico de quantos alunos o Estado tem com essa vocação e fazer indicação de políticas e estudos para incluir no orçamento voltado para este público.

Internautas participaram da live com sugestões, questionamentos e parabenizaram a iniciativa da Assembleia Legislativa em debater o esporte paraolímpico.

A deputada Lenir Rodrigues destacou que deu entrada em um projeto de lei na terça-feira (21) para que, a partir de 2022, a Assembleia comemore o “Setembro Verde”, mês voltado à luta da pessoa com deficiência.

Texto: Amanda Teixeira

Fotos: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0