Pular para o conteúdo

CULTURA
Filmes vencedores de concurso serão tema de novo quadro da TV Assembleia

Os filmes “Rabiola” e “A História Viva da Imprensa de Roraima e sua Transformação de Território para Estado”, vencedores do concurso cultural em alusão aos 30 anos da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) e da Constituição Estadual, são as atrações do Cine Assembleia, novo quadro da TV Assembleia (canal 57.3), que estreia nesta segunda-feira (7).

O programa será um espaço diário para divulgação de filmes regionais, valorizando a cultura e tradições do Estado e da região Norte, e será exibido de segunda a sexta-feira, sempre às 13h30, logo após o programa Em Pauta, com reprises em horários alternativos.

Os primeiros filmes a serem veiculados são os vencedores do concurso. São seis ao todo, três de cada categoria.

“O Cine Assembleia será uma espécie de horário fixo para o cinema local e vamos utilizar para iniciar esse projeto, com todos os filmes que foram vencedores na categoria de cinema, tanto voltados para o tema do Legislativo quanto para temas livres”, destacou a diretora da TV, Camila Dall’Agnol.

O jornalista e produtor audiovisual Thiago Bríglia foi o vencedor da categoria cinema (tema livre), com filme “Rabiola”, que traz a história de duas crianças, uma brasileira e outra venezuelana, que se encontram no Parque Anauá, para soltar papagaio. A obra traz argumentos e narrativas que abordam a realidade da migração venezuelana no Estado. Com duração de 15 minutos, o filme teve Elder Torres como roteirista e foi premiado também em outros festivais. Briglia não esconde a satisfação de ter sua criação nas grades da programação da TV aberta.

“Estou muito feliz, pois quando projetamos o filme, pensamos lá no final, chegando para o público. E depois dessa trajetória de pensar, fazer o roteiro, filmar, finalizar e colocar o filme no circuito de festivais e agora ter a oportunidade de fazê-lo chegar à casa das pessoas, através da TV Assembleia, nos dá um orgulho e empolgação”, comemorou.

Criado em apenas 24 horas, o filme “A História Viva da Imprensa de Roraima e sua Transformação de Território para Estado”, do produtor de audiovisual Manoel Fernando Estrella, superou todas as expectativas. Ele foi o vencedor da categoria cinema (tema fechado) e fez um apanhado histórico de depoimentos dos profissionais da imprensa na época do território federal.

“Com os depoimentos, percebemos que a implantação do Estado possibilitou à imprensa local ter mais liberdade de abordar os grandes problemas que nós tínhamos, e de passarmos a ter uma interação maior entre comunidade, imprensa e Legislativo, que é a representação do povo”, ressaltou.

Programação 

Sempre inovando os conteúdos exibidos pela TV Assembleia, bruno Almeida, jornalista responsável pela programação, garante que o objetivo é abrir espaço na grade da emissora para divulgar a história e cultura roraimenses, valorizando a produção audiovisual.

“Já exibimos em nossa grade esses conteúdos, como curtas e longas-metragens, porém não tínhamos um espaço dedicado a eles e agora decidimos padronizar essa programação. O Cine Assembleia chega para incrementar ainda mais nossa emissora”, destacou.

Filmes vencedores 

Confira a lista dos filmes vencedores do concurso da ALE-RR, que em breve serão exibidos no canal da TV Assembleia:

Tema fechado  

1° Lugar: Manoel Fernando Soares Estrella

Título: A História Viva da Imprensa de Roraima e sua Transformação de Território para Estado

2° Lugar: Éder Rodrigues dos Santos

Título: Por dignidade, Chame

O documentário traz reflexões sobre a violência doméstica no Estado de Roraima em tempos de pandemia, com foco no atendimento do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (Chame), que faz parte da Assembleia Legislativa de Roraima

3° Lugar: Jorge Donizetti Pavani

Título:  A Casa, o Povo e as Leis

O documentário aborda a implantação da Assembleia Legislativa de Roraima e a promulgação da Constituição do Estado de Roraima em 1991

 

Tema livre 

1° Lugar: Thiago Chaves Briglia

Título: Rabiola

2° Lugar: Enoque Raposo

Título: Maikan Psi’ Pata’ – A Terra da Raposa

Maikan Pisi’ Pata é o termo que significa em português “Terra da Raposa”. No filme, são tratadas a memória e a cultura do povo Macuxi, da comunidade Raposa I, na terra indígena Raposa Serra do Sol.

3° Lugar: Hércules de Souza Furtado

Título: As Aventuras do Super Roraiminha 2 – Contra a Ira do Super Muído

O documentário aborda um personagem infantil que recebe a visita de um ser estranho e recebe superpoderes.

Texto: Kátia Bezerra

Foto: Reprodução TV Assembleia

SupCom ALE-RR

Compartilhar
banner assembleia 120x600 ou 160x600

Arquivos

banner assembleia 120x240
banner assembleia 125x125

0