Pular para o conteúdo

POLÍCIA CIVIL
Escolegis inicia aulas presenciais do preparatório para o concurso público

A Escolegis iniciou na noite desta segunda-feira (23), na unidade do bairro Santa Luzia, as aulas presenciais do Preparatório da Polícia Civil. Centenas de homens e mulheres, com diferentes histórias de vida, disputam as 140 vagas ofertadas no concurso.

A autônoma Josenira Lima Campos, 49 anos, moradora do bairro Senador Hélio Campos, é uma dessas pessoas. Ela deixou os afazeres domésticos para se dedicar às aulas gratuitas ofertadas pela instituição ligada à Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR).

Josenira busca estabilidade financeira no serviço público e vai concorrer ao cargo de auxiliar de necrópsia. “Atualmente eu faço salada de fruta e salgado para ajudar meu marido, vou prestar o concurso porque se passar, é uma coisa garantida. Na idade que estou é muito difícil arranjar emprego, pois não sou mais tão ágil como aos 30 e 35 anos. A gente vai atrás de emprego, mas sempre dizem que está cheio, que não estão contratando no momento, mas a gente sabe que não é verdade”, ressaltou.

Assim como ela, o restante da turma também está focado neste concurso em busca de melhorar a qualidade de vida. A biomédica Juliana Barreto, 31 anos, do bairro Tancredo Neves, vai se inscrever para dois diferentes cargos.

“Vou fazer para perito criminal e papiloscopista. Há dois meses estou me preparando, fazendo cursos pela plataforma online e agora o presencial, com uma expectativa grande de passar. Trabalho na iniciativa privada, faço pós-graduação e tenho um filho, então está sendo puxado, mas vai dar certo”, afirmou.

O vigilante Ernandes Fidelis da Silva, 36 anos, morador do bairro Cidade Satélite, pretende ser policial civil. E montou uma rotina para não perder o foco. “Estudo de manhã, de tarde e agora à noite na Escolegis. Tenho três meses para focar. Divido meu tempo com a família, mas a prioridade, hoje, é o conhecimento, porque se eu passar será a realização de um sonho, uma conquista”, destacou.

Vicente Matias também é vigilante e a oportunidade dada pela Escolegis está sendo abraçada com foco e determinação. Ele quer ser papiloscopista. “Como não posso pagar um cursinho, este preparatório está sendo uma grande ajuda. Vou conseguir estudar sem parar o trabalho. Parabéns à Assembleia por oferecer essas aulas gratuitas. Vou procurar absorver o máximo de conteúdo porque uma das vagas é minha”, disse, confiante.

No primeiro dia de aula os olhos de todos estavam atentos às dicas do professor Cláudio Vieira, que é policial civil de carreira, e que ministra aula de Direito Constitucional. “Estamos focando no que está no edital para os alunos não se dispersarem com questões de outras bancas, para que eles possam fazer uma boa prova. Vamos dar o nosso melhor para que eles possam fazer boas provas”, afirmou.

Vieira destacou que para passar os alunos precisam ser disciplinados, ter foco. “Não precisa muitas horas de estudo, mas necessita que esse estudo seja bem executado”, orientou.

Boas-vindas

 

A presidente da Escolegis, deputada Catarina Guerra (União), deu as boas-vindas aos alunos. “É um prazer e uma alegria poder receber vocês aqui. Está frio, mas vamos aquecer essa mente com muitas informações e dicas que vocês vão receber a partir de hoje. Vocês estão saindo na frente, tenho certeza de que estarei na posse de vocês”, disse.

Ela ressaltou que a Escolegis se organizou para atender a comunidade, que estava na expectativa do concurso. “A Escolegis não poderia deixar de aproximar os alunos de seus sonhos. São aulas de qualidade, professores eficientes, capacitados e qualificados. Em nome do presidente Soldado Sampaio [Republicanos], que é um parceiro e que hoje não pode estar presente, mas que qualquer dia virá, mantenham o foco, se dediquem que vai valer a pena todo esse esforço”, ressaltou, ao adiantar que em breve a Escolegis vai lançar também o preparatório na modalidade EAD (Educação a Distância).

O diretor da Escolegis, Brenno Carvalho, lembrou aos alunos inscritos que o comparecimento nas aulas é importante, pois as vagas foram rapidamente preenchidas e muitas pessoas ficaram de fora.

“Visando a participação do maior número de alunos, a gente pede que quem garantiu a vaga, não falte às aulas. Se precisar faltar, justifique. Alunos com três faltas consecutivas, sem justificativa, serão substituídos por outro aluno que está na lista de espera”, avisou o diretor.

Carvalho destacou que o curso terá duração de três meses e que os professores são todos qualificados e renomados. “O curso é totalmente gratuito, inclusive o material que será entregue diariamente para que possam acompanhar as aulas com o material em mãos”, acrescentou.

Texto: Marilena Freitas

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR

Compartilhar
banner assembleia 120x600 ou 160x600

Arquivos

banner assembleia 120x240
banner assembleia 125x125

0