Pular para o conteúdo

CAPACITAÇÃO
Servidores da TI da ALE-RR participam do maior evento de tecnologia e inovação do Legislativo

Uma semana inteira de conhecimento. Dois servidores da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) participam até sexta-feira (23), em Brasília, de oficinas e palestras voltadas para aperfeiçoar e treinar equipes de Tecnologia da Informação das Casas Legislativas do Brasil inteiro.

A capacitação é oferecida pela Interlegis, programa que tem por missão integrar e modernizar o Poder Legislativo brasileiro. A 13ª edição do EnGITEC tem o tema: “Rumo ao Parlamento do Futuro” e é considerado o maior evento de tecnologia e inovação do Legislativo.

 

“O programa Interlegis é um programa de Estado. Nasceu em 1997 dentro do Senado e o foco é ampliar o grau de maturidade das Casas legislativas, através de quatro pilares: informação, capacitação, comunicação e tecnologia”, explicou João Henrique Gouveia, coordenador de Tecnologia da Informação do Programa Interlegis.

 

Participando pela primeira vez do EnGITECH, Mário Kitamura, diretor de TI da Assembleia de Roraima, conta que têm sido dias de aprendizado sempre com foco no usuário que acessa e precisa dos serviços do Poder Legislativo. “Os sistemas que a gente usa em Roraima, foram desenvolvidos pela Interlegis então, também é oportunidade pra tirar as nossas dúvidas e aprimorar o que já utilizamos. O SAPL [Sistema de Apoio ao Processo Legislativo] por exemplo, é bem mais extenso do que o que usamos hoje, então estamos aprendendo mais sobre ele e outras ferramentas que podemos implantar em Roraima”, informou.

Uma das oficinas ofertadas no evento discutiu a experiência do usuário. O objetivo é se colocar no lugar de quem acessa o sistema, seja público interno ou externo, e assim desenvolver ferramentas facilitadoras e inclusivas. A instrutora da oficina, a designer e especialista em UX (Usuary Experience) Luísa Reolon, explica que é preciso pensar como usuário para objetivar a utilização dos sistemas. “Todas as Casas têm projetos que são focados no atendimento ao cidadão, então é muito importante a gente trazer soluções de como sanar o problema dessas pessoas. E são muitos. Precisamos pensar, por exemplo, no acesso de pessoas com deficiência”, disse Reolon.

Todo o aprendizado deve ser aplicado muito em breve. É o que acredita Israel Matos, assessor de TI da Assembleia de Roraima. “Estamos aqui para entender de que forma a gente pode levar os projetos que a gente já trabalha para as comunidades. É entender as necessidades do nosso público e levar da melhor forma as informações da Casa”, concluiu.

 

O EnGITECH também é oportunidade para trocar experiências. “A gente trabalha muito intensamente dois pontos nesse evento, a integração entre servidores, porque apesar da gente buscar soluções para Casas, ninguém melhor do que a equipe das Casas pra trazer os problemas pra gente. E a capacitação. Se a gente não capacita as pessoas, a gente nunca consegue melhorar as instituições, afinal elas são feitas de pessoas”, finalizou Gouveia.

SAPL

O Sistema de Apoio ao Processo Legislativo, o SAPL, pode ser acessado por qualquer pessoa. Nele estão informações como a Ordem do Dia, ou seja, o que vai ser discutido pelos deputados em Plenário, além de todas as legislações já aprovadas e em vigor, e as proposições ainda em tramitação. Tudo em tempo real.

O SAPL serve também como um grande banco de conteúdo da Assembleia Legislativa de Roraima. O sistema foi desenvolvido e cedido gratuitamente pela Interlegis, por meio do Senado. O endereço de acesso é o al.rr.leg.br/SAPL.

Por Camila Dall’Agnol

Enviada especial a Brasília/DF

Fotos: Jader Souza

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Arquivos

banner assembleia 125x125

Notícias Relacionadas