Pular para o conteúdo

Pessoas com deficiência e pacientes de lúpus apresentam demandas ao Presidente da Assembleia

Na reunião, os deficientes auditivos apresentaram vários problemas que enfrentam no dia a dia, como falta de professores de Libras nas escolas e nos centros de formação de condutores

Um grupo de cerca de 100 pessoas com deficiência visual e auditiva e pacientes de lúpus se reuniu na tarde desta terça-feira, 25, com o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD). A finalidade foi apresentar demandas e encontrar soluções em benefícios dessa parcela da população. O presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD), garantiu que irá solicitar uma reunião, com data a ser definida, com representantes do Poder Executivo, parlamentares e representantes das associações que estiveram no encontro de hoje.

A presidente da Associação de Pacientes de Lúpus em Roraima, Ilde Silva, afirmou que os portadores de lúpus precisam de transporte interurbano, intermunicipal e interestadual gratuito, porque muitos não têm condições financeiras de sair do município onde residem ou irem para fora do estado. “Como a situação da Saúde do Estado é crítica, muitos, às vezes, fazem um esforço e vão se tratar fora. Para se ter uma ideia, aqui em Roraima temos apenas um médico reumatologista para atender, e para conseguirmos esse atendimento com o profissional, às vezes, levamos até seis meses”, disse.

Outras demandas apresentadas foram: tornar de utilidade pública a associação, para que consiga fazer convênios, pois, segundo informou Ilde, o custo é alto para comprar medicamentos de urgência. “Por conta disso, temos que dar entrada pelo Ministério Público Estadual, para que obrigue o Estado a fornecer essa medicação. Tem pacientes que não podem esperar muito”, comentou a presidente da Associação de Pacientes de Lúpus, afirmando que espera um resultado positivo desse encontro. “Até agradeço ao presidente Jalser Renier por abrir as portas da Assembleia para todos nós, pois precisamos muito de ajuda”, frisou Ilde.

Na reunião, os deficientes auditivos apresentaram vários problemas que enfrentam no dia a dia, como falta de professores de Libras nas escolas e nos centros de formação de condutores, entre outras situações.

Jalser Renier listou as demandas e propôs uma audiência pública com a participação de representantes do Executivo (secretarias de Saúde e da Educação, Departamento Estadual de Trânsito, Casa Civil), quando serão discutidas essas reivindicações.

“É prudente e importante zelar pela vida do próximo, e isso é dever do Governo. Está previsto na Constituição Federal. E nós, enquanto Assembleia Legislativa, iremos incentivar essas categorias com projetos e medidas institucionais que beneficiem essas pessoas”, garantiu Jalser Renier, afirmando que dará atenção ao segmento para que as dificuldades sejam amenizadas.

Edilson Rodrigues

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0