Pular para o conteúdo

Serviço psicológico está à disposição para pais e crianças do Abrindo Caminhos

A psicóloga Lauany Leal revelou que o serviço implantado no projeto aconteceu a pedido do presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD).

A filha da enfermeira Marinalva Souza, de seis anos, é uma das 15 pessoas que faz acompanhamento psicológico no programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima. Há cerca de um mês, o serviço é realizado por duas profissionais, Lauany Leal e Camila Sales, e está disponível de segunda a sexta-feira, nos períodos da manhã e a tarde, gratuitamente.

O contato aconteceu ao perceber que o comportamento da filha desagradava à família. Segundo Marinalva, o acompanhamento tem sido bom para o desenvolvimento da menina. “Eu não teria como pagar esse acompanhamento, por isso gostei de ter aqui no Abrindo Caminhos e é necessário”, afirmou. Com isso, segundo ela, a criança mudou o comportamento em casa. “Ela chega e treinar o que aprendeu no projeto”.

Em outro ambiente, enquanto a mãe participava da reunião com a equipe do Abrindo Caminhos, a menina revelou, de maneira tímida, que o teatro a motiva a ser atriz. “Gosto do teatro e aprendi muitas coisas”, conversou.

A psicóloga Lauany Leal revelou que o serviço implantado no projeto aconteceu a pedido do presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD).  “A gente sabe que a criança e família têm a necessidade de um acompanhamento, uma ajuda, até porque nenhum filho vem com uma receita”, comentou. Conforme ela, recentemente, percebeu-se a necessidade em ter esse trabalho próximo à comunidade, e uma equipe foi montada para prestar o atendimento.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0