Pular para o conteúdo

Jalser defende a aprovação imediata do PCCR dos agentes penitenciários

“Aprovamos o PCCR de todos os concursados desta Casa”, disse o deputado Jalser Renier.

Sob a justificativa de que é um direito dos servidores e levando em conta a profissão de risco dos agentes penitenciários, o deputado Jalser Renier (SD), presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, pediu aos parlamentares que acatassem o pedido do deputado Jânio Xingu (PSL) e apreciassem o Plano de Cargos e Carreira e Remuneração (PCCR) desses servidores, os quais ocupavam a galeria do plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira, 20.

“Aprovamos o PCCR de todos os concursados desta Casa. Pagamos as progressões e todos os benefícios que os servidores desse Parlamento têm direito. Temos a legitimidade, portanto, para aprovar esse direito dos agentes penitenciários. A ONU (Organização Nações Unidas) já disse que a profissão do agente penitenciário é a mais perigosa do mundo, porque quando está trabalhando fica sob o estado de tensão e nem sempre o Estado oferece condições psicológicas para que ele possa ter um bom ambiente de trabalho”, disse Jalser Renier.

O parlamentar defendeu que essa matéria fosse apreciada ainda durante a sessão da terça-feira, haja vista o tempo que os servidores trabalham sem essa segurança jurídica. “Vamos suspender a sessão para apreciar e aprovar o PCCR dos agentes, para que eles saiam daqui com a votação. Estamos aqui para reconhecer o direito do cidadão, do que rala e que por muitos anos tem esperado a aprovação do PCRR”, enfatizou, ao ressaltar que essa tem sido uma bandeira de luta do deputado Xingu, mesmo quando era da base aliada no governo passado.

Por Marilena Freitas

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0