Pular para o conteúdo

Roraima poderá ganhar Frente Parlamentar ‘Eles por Elas’

O deputado Naldo da Loteria (PSB) ingressou na Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), um requerimento com pedido de abertura da Frente Parlamentar Eles por Elas (HeForShe), para atuar em Roraima na luta pela igualdade de gênero, direitos humanos e empoderamento feminino.

A Frente foi criada pelo Comitê Nacional Impulsor Brasil ‘Eles Por Elas’, da ONU Mulheres (Organização das Nações Unidas), que tem a finalidade de mobilizar os homens para, junto a instituições públicas, privadas e corporações, incentivar e trabalhar ações e políticas públicas voltadas às mulheres, ainda propor a identificação dos homens das desigualdades com as mulheres e meninas no País e no Mundo. Compõem o movimento, no País, representantes de governos, empresas, instituições de ensino superior, além da sociedade civil.

Em Roraima, a Frente Parlamentar ‘Eles Por Elas’ será composta pelos deputados Naldo da Loteria, Zé Galeto (PRP), Chico Mozart (PRP) e Lenir Rodrigues (PPS). “’Eles por Elas’ é um movimento de parlamentares que iniciou no Rio Grande do Sul e aqui está sendo encabeçado pelo deputado Naldo da Loteria que foi ao Rio Grande do Sul para um evento e resolveu adaptar essa ideia para nossa realidade e eu apoio essa iniciativa”, explicou Lenir, que é procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa.

A deputada explicou que essa iniciativa fortalecerá os homens parlamentares do Estado a lutar mais em defesa dos direitos das mulheres, tanto em Boa Vista, quanto em cidades do interior. A intenção é levar essa Frente para empoderar as Câmaras de Vereadores a abraçar a causa.

Para o autor da proposta, deputado Naldo da Loteria, são movimentos como esse que fortalecem a luta pela igualdade de gênero, pela inclusão e ascensão de mais mulheres na política. “Esse projeto é para acordar a sociedade, principalmente os homens, para podermos dar exemplo de cuidar das mulheres. Então, a ideia que a gente leve esse programa, que é mundial, para todos os municípios do Estado, as comunidades indígenas, para que a gente possa fazer com que a mulher seja ainda mais protegida”, explicou o parlamentar.

Yasmin Guedes

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0