A manhã desta quarta-feira, 8 de novembro, foi marcada pela emoção e reconhecimento a nove homenageados que receberam a comenda ‘Orgulho de Roraima’, durante solenidade realizada na Assembleia Legislativa.

Dentre os homenageados, está o coronel Natanael Felipe de Oliveira. Ele diz ser uma honra receber o reconhecimento em nome de todos os servidores que atuam pela ordem, segurança e no dia a dia das autoridades parlamentares. “É um privilégio pois, além do reconhecimento por parte do presidente, nos sentimos orgulhosos, sem falar na surpresa. Fazer a segurança de autoridades como Jalser Renier é um desafio, pois é uma pessoa popular e o povo gosta de abraçar, conversar e ele é sempre atencioso com a população, gosta da proximidade. É um trabalho feito com responsabilidade e humanidade”, comentou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD), autor do projeto que tornou possível a homenagem, explicou que são pessoas que possuem um papel importante em sua vida, principalmente no quesito lealdade. “Representados pelo coronel Felipe, esses homens estiveram comigo em momentos difíceis, passando até mais tempo trabalhando do que com suas famílias. São leais e possuem uma simbologia importante em minha vida”, disse o presidente da Casa.

Na sequência das homenagens, o estudante Robert Barbosa Silva, 17 anos, aluno do 1º ano do Ensino Médio, da Escola Estadual Mário David Andreazza, localizada no bairro Caimbé, foi homenageado.

O adolescente tem uma história especial com a música. Começou a aprender a tocar bateria aos dois anos de idade, segundo ele. Robert é deficiente, contudo as limitações não foram um freio na vida dele, mas sim um acelerador de sonhos. Hoje ele integra as bandas de música MDA, composta por adolescentes da própria escola, e a banda da igreja que Robert frequenta. “Toco bateria e baixo, e aprendi com meu padrasto. Gosto muito de música e sempre quero fazer parte desse mundo”, disse o adolescente.

“A primeira vez que o vi na Escola dele, tive certeza que ele era Orgulho de Roraima. É um músico extraordinário, toca bateria como ninguém e foi homenageado pela sua potencialidade, é um exemplo”, disse o presidente Jalser Renier, autor da indicação que homenageou Robert.

O também músico e com um pouco mais de tempo na estrada que Robert, o violinista Benício Helber Pinheiro, 32 anos, foi mais um dos homenageados desta quarta-feira. Helber é roraimense, mas reside na cidade de Manaus (AM) há 14 anos e integra a Orquestra Amazonas Filarmônica há 12. A autora da honraria entregue hoje ao músico foi a então deputada estadual Marília Pinto, em 2010, quando integrava o quadro de parlamentares desta Casa. Já são 20 anos na música, comecei na Escola de Música de Roraima, fiz parte da primeira orquestra montada no Estado. Não foi planejado, mas mudou a minha vida”, afirmou. O violinista é filho de uma das servidoras da Casa, Giselda Barros, e destaca que optou pela música clássica, por perceber que era uma das preferências da mãe. “Foi então que decidi que era isso que queria para minha vida”, contou.

Esse garoto é um talento da música roraimense e mostrou que dedicação supera qualquer obstáculo”, elogiou o presidente Jalser Renier, ao ressaltar que a música representa o caminho daqueles que estão de bem com a vida.

Tarsira Rodrigues