As atividades do Núcleo da Assembleia Legislativa de Roraima em Alto Alegre, região Norte do Estado, chegaram a comunidade indígena de Sucuba, a 30 quilômetros da sede do município. Os mais de 400 moradores participaram de evento na própria vila, na tarde dessa quinta-feira, 23, quando foi anunciada a oferta de aulas de inglês, espanhol, futebol, jiu-jitsu e zumba, que acontecerão na escola Estadual Riachuelo.

Para a professora de língua Macuxí, Maria Santíssima da Silva, é um avanço e uma alegria para todos os moradores, principalmente para as crianças, adolescentes e jovens. “É uma oportunidade para nossa comunidade, vivemos afastados da capital e esses cursos estão trazendo desenvolvimento para região”, disse.

Maria, além das aulas da língua Macuxí, mantém a tradição do povo indígena por meio das danças típicas. “Fizemos questão de receber a equipe da Assembleia Legislativa com a dança indígena Parixara. Ensaiamos mais de 30 crianças para mostrar as riquezas culturais do nosso povo”, enfatizou a professora.

A moradora Elisangela Silva Almeida não perdeu tempo e fez a inscrição dos três filhos. “Essa iniciativa vai ajudar no aprendizado de todos que não tem condições de irem à cidade para fazer um curso de qualificação. Veio em boa hora, matriculei meus filhos nas aulas de espanhol, jiu-jitsu e futebol”, contou.

O filho mais velho de Elisângela, Wandramys Silva de Almeida, de 15 anos, participará das aulas de espanhol, Victor Cezar, 10, jiu-jitsu e futebol, juntamente com a caçula da família, Perla Wilson de Almeida. “É uma iniciativa positiva e trará desenvolvimento para Sucuba”, finalizou a mãe.

O tuxaua da comunidade, Leonildo Barros, avaliou o momento como um grande avanço. “A maioria das comunidades indígenas é afastada dos grandes centros e a chegada desses cursos demostra a preocupação do deputado Jalser Renier com o nosso povo”, afirmou o líder indígena.

O início dos trabalhos em Sucuba é o resultado de uma parceria que deu certo, segundo o vice-prefeito de Alto Alegre, Otaci Nascimento (SD). “Essa estrutura vai gerar ainda mais desenvolvimento para o nosso município. É mais uma vitória para comunidade”, comentou.

O presidente da Assembleia deputado, Jalser Renier (SD), afirmou que a chegada dessas atividades na comunidade é um dos compromissos que o Poder Legislativo assumiu com a educação e com a população de Roraima. “Significa que estamos preocupados com a evolução e com o trabalho voltado principalmente para qualificação profissional e, com isso, abrir portas e gerar oportunidades para o futuro. Nossa intenção é ir o mais longe possível, porque entendemos que conhecimento é tudo na vida”, reforçou.

Dos mais de 400 habitantes, entre índios e não índios da vila, metade está matriculada nos cursos e atividades esportivas por meio dos programas Abrindo Caminhos, que levou para a comunidade, aulas de jiu-jítsu, futebol e zumba, e pela Escola do Legislativo as turmas de inglês e espanhol.

Moradores das comunidades Recrear, Arapuá e vicinal Bacabal, que ficam no entorno da comunidade indígena de Sucuba, com distâncias que variam entre 15 e 10 quilômetros, também estão entre os inscritos nas atividades. Para efetuar a matrícula o interessado deve ir à unidade com documento original com foto e comprovante de residência.

 

Tarsira Rodrigues

SupCom ALERR

Em: 24.11.2017