Com um mercado de trabalho cada vez mais exigente e um período de recessão que assusta até os que já são tarimbados em áreas específicas, a única alternativa para enfrentar as exigências impostas pelo mercado é se qualificar para ficar entre os melhores e driblar o desemprego.
É esse pensamento que norteia a vida de 140 alunos nas faixas etárias de 16 a 60 anos, que estão fazendo o curso de Técnica de Vendas, com carga horária de 8h, que iniciou nesta segunda-feira, 8, na Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios – Unidade Silvio Botelho.
O professor Rômulo Beserra da Costa, contabilista, topógrafo e especialista em GPS, disse que o intuito do curso é capacitar e mostrar os vícios comuns na hora de vender um produto ou serviço. “Vamos trabalhar nas aulas muitas dinâmicas para tirar os vícios dos alunos e capacitá-los para o mercado de trabalho. O mercado de Roraima está em crescimento, e nós estamos terminando de passar por uma crise. Vamos mostrar neste curso a importância do diálogo no processo de vendas, pois quando se tem um bom diálogo se tem uma interação com o cliente e se passa a conhecer a necessidade dele. Tendo esse domínio sobre o cliente por meio do diálogo, no final se tem um resultado positivo”, garantiu.
O aluno Pedro Vinícius da Silva Ribeiro, 19 anos, morador do bairro Cambará, já trabalha como menor aprendiz em uma loja de material de construção, e resolveu fazer o curso para aprimorar as técnicas relacionadas à venda. “Como já trabalho na área, vi no curso uma forma de me aperfeiçoar e de também provar que tenho conhecimentos na área. Lá na loja trabalho em vários setores como estoque, reposição e vendas, então tendo um bom desempenho, poderei no futuro ser contratado e efetivado. Um bom vendedor não pode ter vergonha, não pode julgar o cliente e deve estar sempre disposto em melhorar”, afirmou.
Luciane Machado de Sousa, 16 anos, aguardava ansiosa o início do curso. “Esse é o primeiro curso na Escola do Legislativo porque somente agora completei 16 anos, mas já estou louca para trabalhar Então espero que esse curso me ajude a amanhã ter um emprego. Espero aprender aqui como me comportar e atender bem o cliente ao chegar a loja”, disse.
Moradora do bairro Bela Vista, Sebastiana Lucas, 59 anos, foi fazer um curso para conseguir uma oportunidade de trabalho no segmento do comércio. “Espero aqui ganhar mais conhecimento e conhecer novas pessoas porque, quando se está desempregado, tem que se buscar e correr atrás. Estou confiante!”, disse, ao ressaltar que soube do curso por meio das redes sociais.
Nesta segunda-feira, iniciaram três novos cursos (Técnicas de Venda e Informática Intermediária e Avançada, segundo informou a diretora da Escola do Legislativo no Silvio Botelho, Jane Benedetti. Nesta terça-feira, 9, mais dois cursos iniciarão, sendo um de Auxiliar Administrativo e mais uma turma de Informática Intermediária.
“Mas ainda há inscrições abertas para esses cursos que iniciam nesta terça-feira. Enquanto tiver vagas, e ainda há para o curso de Auxiliar Administrativo, vamos fazer inscrição até minutos antes de iniciar a primeira aula. E quando acabam as vagas, vamos abrindo novos cursos porque o importante é atender a população e oferecer curso de qualidade”, disse, ao ressaltar que para se inscrever a pessoa deve ir até Escola do Legislativo, localizada na rua Solon Rodrigues Pessoa, nº 1313, Sílvio Botelho.
Ela informou que ainda há vagas para os cursos de Inglês Intermediário, Espanhol, Técnicas de Atendimento ao Público, Código de Defesa do Consumidor e a Arte de Falar em Público. “A pessoa tem que vir pessoalmente na Escola do Legislativo porque não fazemos inscrição via mensagem de whatsapp e telefone. Na hora da inscrição deve apresentar as cópias do documento de identidade e comprovante de residência. Todos os cursos são gratuitos”, reforçou.
Reserva – Os interessados em cursos que ficaram na lista de reserva estão sendo contactados pela equipe da Escola do Legislativo na medida em que há desistência ou que nova turma é aberta. “No primeiro dia do curso fazemos uma triagem e verificamos quem faltou. Em seguida ligamos para saber o motivo de não terem vindo. Se desistiu por algum motivo, então entramos em contato com quem está lista de reserva para substituir o aluno. Temos esse quadro de reserva para não deixar vaga sobrando, haja vista que tem tanta gente querendo estudar”, explicou.
Jane disse que esse profissionalismo e respeito pelo cidadão é uma exigência do presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD). “Seguimos a recomendação do presidente de dar o melhor atendimento possível à população porque eles merecem. Somos servidores públicos e temos que servir a esse público com qualidade, afinal é o dinheiro do povo que retorna por meio destes cursos de excelente qualidade. Então se alguém se escreve no curso e por algum motivo não vem, temos a preocupação e o cuidado de ligar tanto para o inscrito e para o que está no cadastro de reserva, caso haja desistência. A procura por cursos é muito grande e queremos que todos saiam daqui satisfeitos”, disse, ao salientar que o horário de funcionamento para efetivar a matrícula é das 7h30 às 18h30, de segunda a sábado.
 
Por Marilena Freitas
SupCom/ALE-RR