Pular para o conteúdo

Abrindo Caminhos retoma atividades com quase dois mil inscritos

Crianças e adolescentes, de 5 a 17 anos, beneficiados pelo Abrindo Caminhos, programa permanente da Assembleia Legislativa de Roraima, voltaram às atividades nessa segunda-feira (19), nos turnos da manhã e da tarde.

Entre os beneficiados com o retorno das aulas está Vithor Hugo Saturnino, de 14 anos, aluno de balé do Abrindo Caminhos e que mora há nove meses em Boa Vista. Oriundo do Mato Grosso do Sul, ele é apaixonado pela dança e sua inspiração é a irmã. “Eu tenho uma irmã que começou a fazer balé com cinco anos, aí eu me apaixonei quando eu a vi dançando”, disse.

Cerca de dois mil integrantes do programa retomam as atividades esta semana em Boa Vista, no prédio localizado na avenida São Sebastião, nº 883, no bairro Cambará, zona Oeste da capital. Atualmente, o programa desenvolve as atividades de Balé, Ginástica Rítmica, Jiu-Jitsu, Coral, Teatro, Futebol e Informática.

Em 2017, eram quatro turmas de balé. Para este ano, serão 13 para atender a demanda crescente de meninas e meninos que sonham em aprender a dança. “É uma oportunidade que o programa, idealizado pelo presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier, tem dado para muitos deles”, contou a professora da modalidade, Isnaíra Menezes. Segundo ela, no decorrer das aulas os alunos aprenderão técnicas do balé, postura e, principalmente, disciplina. Isnaíra contou que houve um crescente aumento no interesse de meninos pela dança.

Para a coordenadora do Abrindo Caminhos, Viviane Lima, o trabalho sério e com resultados mostrados a população, como as apresentações de final de ano, por exemplo, impulsionaram o crescimento da demanda. “É um programa sério. Cobramos da mesma forma que eles podem nos cobrar, cobramos frequência das crianças, interesse, é um ponto positivo do programa e eu acho que faz com que essa procura aumente”, disse.

INSCRIÇÕES – Ainda restam poucas vagas para o Coral e Jiu-jitsu. Para realizar a matrícula, os pais ou responsáveis pelas crianças ou adolescentes podem procurar a sede do programa com originais e cópias dos documentos pessoais dos pais e do aluno, comprovante de residência e uma foto 3×4. Mais informações pelo telefone 98402-5014.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0