Quem trabalha no setor comercial já encontrou diversas situações envolvendo as relações de consumo. No caso dos supermercados, por exemplo, há quem tenha dúvidas sobre a venda de unidades de itens em cartelas, ou se o preço da gondola está mais elevado do que o anunciado.

A vendedora Sandy Lima, há nove meses trabalha em um supermercado no bairro Pricumã, zona Oeste de Boa Vista, e disse a equipe do Procon Assembleia nesta segunda-feira (19) que a questão do preço diferenciado na hora do pagamento é a reclamação mais frequente dos clientes. “O cliente reclama porque não está com o valor certo. Ou então, às vezes não vê direito o código e reclama também”, exemplificou.

O estabelecimento onde Sandy trabalha foi um dos 13 empreendimentos visitados pelo Procon Assembleia com serviço de orientações e informações como palestras e materiais, além de fixação de adesivos informativos com o número do Procon Assembleia. A ação faz parte do projeto ‘Procon mais próximo do consumidor’.

A vendedora ressaltou a necessidade de se manter atualizada sobre a legislação. “Vai ajudar bastante, porque algumas pessoas têm dúvidas sobre os direitos. Essa ação é ótima”, disse.

No bairro Mecejana, o gerente Rogério Silva, que trabalha há 12 anos no comércio, já viu diversas situações que, às vezes, estremeceram as relações entre cliente e lojista. “Existem muitas dúvidas entre comerciantes e consumidores. Com esse projeto vai abrir um leque, ou seja, as pessoas vão saber quais os deveres do consumidor e comerciante”, acrescentou.

O gerente Marcos Silva reconheceu que muitas vezes, os clientes têm mais conhecimento do Código de Defesa do Consumidor (CDC) do que os funcionários. “Hoje nosso funcionário tem que ter um pouco mais de capacidade para atender o nosso consumidor. Com esse projeto do Procon Assembleia, acho que dá para capacitar nossos funcionários e deixá-los bem preparados para atender nossos clientes”.

Segundo o advogado do Procon Assembleia, Matheus Frazão, em aproximadamente um mês, a instituição visitou estabelecimentos de setores distintos como pizzarias, agências de viagens, restaurantes e agora supermercados. “A gente fala com o gerente para colar o adesivo com nosso telefone e essa ação tem o objetivo de levar informação até o fornecedor de serviço, esclarecer a relação de consumo”, comentou ao dizer que durante as visitas, os representantes dos estabelecimentos se interessaram em convocar uma palestra para todos os funcionários. “Tivemos um retorno positivo”, afirmou.

O Procon Assembleia fica na rua Agnelo Bittencourt, nº 248, Centro e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Os interessados em solicitar uma palestra podem ainda entrar em contato pelos telefones 98401-9465 ou 4009-4820.

Por Yasmin Guedes

SupCom/ALE-RR