A realização do ‘Assembleia ao Seu Alcance’ nos municípios do interior do Estado é uma forma mais rápida da população apresentar as necessidades enfrentadas no dia a dia pela localidade. A afirmação foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), durante sessão plenária em Caroebe, a 377 quilômetros da capital, durante mais uma edição do programa do Poder Legislativo.
“A Assembleia Legislativa se preocupa, enquanto instituição, de ir ao encontro da população, de encontrar meios de tentar solucionar os seus problemas. Sabemos que não é fácil em um Estado pobre como o nosso, diante das dificuldades que nós estamos vivendo, mas as demandas apresentadas aqui serão transformadas em indicações, emendas individuais ou de bancada, em prol de quem precisa”, disse.
Ele também ressaltou que tudo o que foi apresentado pela comunidade, que teve direito à fala durante o evento, relacionado a estradas, vicinais, saúde, entre outros, são de conhecimento dos deputados estaduais que, conforme Jalser, “têm o dever, em discussão orçamentária, de tentar buscar as soluções”.
O presidente aproveitou para fazer um balanço dos trabalhos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa relacionando alguns resultados dos programas Abrindo Caminhos, Escola do Legislativo nos municípios de Boa Vista, Alto Alegre, Iracema, Rorainópolis, São João da Baliza, Mucajaí, Bonfim e Caracaraí. “Sabemos que não é nossa obrigação atender projetos sociais, mas por respeito à sociedade e por ausência do poder público, o Poder Legislativo tem que fazer”, ponderou ao destacar que diante das possibilidades de qualificação oferecidas pelos programas “as pessoas passaram a ter a chance a um futuro mais promissor”.
Ele salientou parcerias com instituições de Ensino Superior particulares de Boa Vista com objetivo de ampliar o leque dessas possibilidades de capacitação da população, além do apoio do Exército Brasileiro em disponibilizar médicos para atendimento gratuito durante as realizações do programa Assembleia ao Seu Alcance.
O presidente anunciou que a Assembleia Legislativa apresentará, em breve, um projeto de lei em favor do homem do campo, para que a Agência de Fomento tenha mais recursos para emprestar aos agricultores familiares. “O Estado tem a obrigação de fazer isso sim, ter o comprometimento através de políticas voltadas para a agricultura familiar. É aqui que nasce o produto que nós comemos, é aqui que nasce o futuro que nós queremos”, concluiu.
 
Por Yasmin Guedes
SupCom/ALE-RR