Fotos: SupCom ALERR

A aula hoje foi diferente para quase 40 alunos da Escola Adventista de Boa Vista, que saíram do ambiente escolar para aprender na prática como funciona o Poder Legislativo. Na manhã desta quinta-feira, 24, essa turma ocupou as galerias do Plenário Noêmia Bastos Amazonas na Assembleia Legislativa de Roraima e participou da palestra ‘A Constituição e a Construção dos Poderes’. Os estudantes foram recebidos pelo diretor de Acompanhamento e Controle do Processo Legislativo, Daniel José dos Anjos.

Ele explicou que na palestra eles aprenderam principalmente sobre as atribuições do Poder Legislativo e qual a importância dele para a democracia. “De forma simples, eles tomaram conhecimento sobre como os poderes [Legislativo, Judiciário e Executivo] são constituídos. Quanto mais cedo eles aprenderem sobre o que é democracia, mas fácil será para eles participarem do processo”, disse o palestrante.

Todo esse conhecimento adquirido durante esta manhã será transformado em questões que serão cobradas em um simulado que será aplicado na Escola. Quem explica como se deu a ideia de transformar o conteúdo teórico em aula prática, foi a professora dessa turma, Taíse Nunes. “Pelos conteúdos trabalhados em sala, o nosso objetivo é aproximar esses alunos da realidade dos Poderes, para que eles entendam o funcionamento. É também é uma lição de cidadania, pois muitas decisões tomadas aqui influenciam na nossa vida. Essa conexão e dinâmica são fundamentais para que eles possam fazer a conexão com o que está sendo estudado na sala de aula”, afirmou a professora.

A estudante Camile Cristine, 13, do 8º ano da Escola Adventista de Boa Vista, considerou produtiva a palestra. “Aprendi muito sobre a função da Assembleia Legislativa, como ela nos ajuda e também nas decisões que são benéficas para o estado de Roraima”, afirmou.

Marcelly de Aquino, 13, é da mesma turma de Camile e para ela as decisões tomadas no Poder Legislativo influenciam diretamente no nosso dia a dia. “São discutidas e tomadas decisões que transformam nossas vidas, respeitando a democracia do nosso País”, comentou.

Tarsira Rodrigues

SupCom ALERR