Atendidos puderam tirar dúvidas sobre direito do consumidor, previdência social e aproveitaram todos os programas do Poder Legislativo

 

Foto: SupCom Alerr

 

Os moradores do bairro Jardim Caranã, na zona Oeste da cidade, aproveitaram a ação social da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE/RR) neste sábado  (30), para tirarem dúvidas sobre diversas demandas, entre elas, as relativas ao Direito do Consumidor e previdência social.

Essa ação foi fruto de uma parceria com projeto Missões de Amor, do Ministério Missionário Desígnios de Deus. A tarde de serviços e lazer contou também com as parceiras do Projeto Mesa Brasil, do Sesi (Serviço de Apoio à Industria) e do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

A diretora de projetos da Assembleia Legislativa, Eumária Aguiar, disse que essa sinergia do Poder Legislativo com as comunidades dos bairros de Boa Vista é muito importante, porque a ação é preparada conforme a necessidade de cada local.“Eles dizem o que querem e a Assembleia leva as atividades, e assim garantimos parte do exercício da cidadania”, disse.

A dona de casa Emily Silva, de 18 anos, buscou atendimento junto ao representante do INSS para resolver um impasse em torno do auxílio-doença. “O médico disse que eu teria direito ao benefício, mas há dois anos tento junto ao INSS, sem êxito”, contou.

Depois de tantas tentativas sem sucesso, ela pensou em desistir, mas, depois do atendimento na ação da Assembleia, mudou de ideia. “O atendente disse que vai me ajudar, e que não devo desistir e nem perder as esperanças”, afirmou.

Cansada de buscar solução para um caso envolvendo direito do consumidor, a doméstica Angélica Estevão, de 33 anos, moradora do bairro Monte das Oliveiras, buscou a ajuda do Procon. “O atendimento está sendo ótimo e espero agora resolver esse problema, porque já paguei pelo serviço e, mesmo tendo levado três vezes a motocicleta para essa oficina, até hoje não arrumaram. Isso está me prejudicando”, relatou.

O pastor Charles Lima da Silva disse que a instituição religiosa pediu a ação com o intuito de beneficiar a comunidade, que é muito carente de serviços públicos e de lazer. “Essa ação, além de proporcionar uma tarde de lazer para as crianças com vários serviços sociais, ajudará a empoderar a comunidade, para que busquem seus direitos”, explicou.

LAZER – A pré-adolescente Ilana Portes, 11 anos, adorou a tarde recheada de brincadeiras. “Estou gostando muito dessa ação social porque aprendi muita coisa como, por exemplo, que as pessoas têm que ajudar as outras. Já brinquei no pula-pula, escorredor, pintei meu rosto e agora estou pintando um desenho”, disse sorridente.

Marilena Freitas

SupCom ALERR