Representantes do projeto da Assembleia Legislativa conquistaram 18 medalhas de ouro, 13 de prata e 10 de bronze na Copa Boa Vista de Jiu-Jitsu

 

Foto: SupCom ALERR

Dezoito medalhas de ouro, 13 de prata e 10 de bronze. Esta foi a premiação conquistada pelos atletas do programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima, na Copa Boa Vista de Jiu-Jitsu. O resultado colocou o projeto na oitava posição do ranking geral da competição, realizada durante todo o domingo (1º) no Ginásio Romerinho, na Vila Olímpica, zona Oeste de Boa Vista.

No total, participaram 80 alunos do projeto em Boa Vista e Alto Alegre, cidade a 95 quilômetros da Capital.  Eles competiram entre 650 crianças e adolescentes de outras 20 instituições.

O mecânico João Nunes Batista chegou cedo ao Ginásio Romerinho para acompanhar a primeira luta do filho, João Gustavo Batista, de 9 anos, competidor na categoria mirim.

Para ver o filho carregar a medalha, tomou todos os cuidados em relação ao horário, condições do quimono e não saía de perto do filho para acalmá-lo “Não precisa ficar nervoso”, dizia ele ao menino enquanto aguardavam a chamada para o tatame. “Um amigo meu me indicou o programa e dei sorte porque meu filho está ficando bom demais, meu guerreiro”, frisou Batista.

Após a pesagem, os olhos de João Nunes Batista eram o tempo todo no filho. Prestes a entrar na área de luta, o nervosismo tomava conta do menino. “Gostei muito. O jiu-jitsu é um esporte saudável e deixa a gente bem”, contou João Gustavo.

Depois de enfrentar horas de estrada, o atleta Luís Fernando Sousa Leite, de 8 anos de idade, morador da Vila Recrear, região de Alto Alegre, enfrentou o segundo desafio do dia: encarar o primeiro adversário no tatame. Com olhar centrado, Luís partiu para cima do outro competidor sem trégua. Ao final, conquistou um empate, mas com sentimento de dever cumprido. “Foi uma luta muito boa, gostei”, disse.

Um dos primeiros a receber a medalha de ouro na categoria pré-mirim foi Ruan Guilherme, de 6 anos. O pai, o servidor público Valdenor Cordeiro, fez questão de condecorar o garoto e falou sobre a felicidade de vê-lo no topo do pódio. “Eu acho que o Abrindo Caminhos está fazendo um bom trabalho com as crianças. Meu coração está para explodir de alegria”, resumiu.

COPA – Esta é a quarta edição da Copa Boa Vista de Jiu-Jitsu, que reuniu 21 academias, clubes e associações e aproximadamente 650 atletas com idades a partir dos 4 anos. Para o professor da modalidade no Abrindo Caminhos da capital, Bruno Romão, esta soma de vitórias é o resultado do trabalho da equipe e empenho dos próprios alunos.

“Hoje eles mostraram seus talentos, que têm força de vontade e que daqui pode sair um futuro campeão”, frisou Romão. Depois deste campeonato, os esportistas participarão de outros eventos da modalidade para soma de pontos para poderem integrar o ranking Melhores do Ano da Federação de Jiu-Jitsu de Roraima (FJJERR).

Yasmin Guedes

SupCom ALERR