Pular para o conteúdo

Izaias Maia volta a denunciar que vicinais intrafegáveis prejudicam alunos

Parlamentar citou que em Caroebe, Rorainópolis, e Mucajaí há moradores ilhados e os alunos perdendo aula

Foto: SupCom ALE-RR

 

As vicinais intrafegáveis, que estão causando a descontinuidade do calendário escolar no Interior do Estado, foram novamente tema de pronunciamento do deputado Izaias Maia (MDB). Ele usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) nesta quarta-feira (15) para chamar a atenção do Governo do Estado para a situação das estradas que inviabilizam o tráfego dos transportes escolares.

Maia disse que a indignação dos moradores do Sul do Estado é ainda maior porque as máquinas retroescavadeiras enviadas a essas localidades para amenizar a situação estão paradas. “Denúncias do povo dão contra de que as máquinas estão lá, mas paradas por falta de óleo diesel. Peço ao líder do governo, deputado Brito, que comunique a governadora, porque muitas coisas ela pode não estar sabendo”.

Entre as localidades citadas pelo parlamentar, que afirma ter visitado e registrado todos esses problemas por meio de filmagens, fotos e áudios, estão as vicinais 34, no município de Caroebe; 3, 13 e 20 em Rorainópolis, além de Vila Nova, no Apiaú, em Mucajaí.

“Nesses locais todo mundo está praticamente ilhado e os alunos perdendo aula. Se tiver uma emergência, o paciente vai morrer. As pessoas que moram nesses locais pedem que sejam mandadas, pelo menos, uma retroescavadeira, uma patrol para quebrar o galho nos pontos mais críticos”, ressaltou o parlamentar.

A falta de transporte escolar, segundo o parlamentar, não é um problema apenas do Interior. “O transporte escolar para as pessoas especiais [deficientes] no Conjunto Cidadão está suspenso há vários meses porque não estão pagando [as empresas]. As pessoas estão desesperadas”, afirmou, ao salientar que vai pessoalmente até a governadora investigar essa situação.

O líder do Governo do Estado na ALE-RR, deputado Brito Bezerra (PP), disse que as demandas do deputado Izaias Mais serão encaminhadas ao Governo do Estado, por entender que fiscalizar é uma atribuição do parlamentar.

“Surpreendem-me essas informações porque o Governo do Estado deixou em cada município uma patrulha mecanizada para atender as demandas do produtor rural. Mas a grande maioria das vicinais pertence aos municípios, e os prefeitos não conseguem atender essas demandas. Mas vou investigar e lhe darei um retorno com a providência que o Governo me passar”, disse.

MARILENA FREITAS

SupCom ALE-RR

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Arquivos

0