Visitas à Casa aproximam os estudantes do Parlamento, estimulando o conhecimento e a prática da cidadania

 

Foto: Lucas Almeida/SupCom ALE-RR

Uma turma de alunos do 5º ano da Escola Anjo da Guarda esteve na manhã desta terça-feira (13) na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), para conhecer o Parlamento Estadual. A visita complementa as atividades desenvolvidas na sala de aula, cujo tema é a democratização do Estado brasileiro a partir da Constituição de 1988.

Os alunos, que em sua maioria tinham 11 anos, conheceram as dependências do Poder Legislativo como a presidência da Casa, o estúdio da TV Assembleia, o Núcleo de Rádio e o gabinete do deputado Marcelo Cabral (MDB). “É importante trazer as crianças e a juventude para conhecer o trabalho do legislativo. As crianças hoje estão muito interessadas na política e fizeram perguntas boas sobre o futuro do Estado e do país. Queria que todas as crianças tivessem essa oportunidade”, disse Marcelo Cabral.

No plenário, após encerramento da sessão ordinária, as crianças ocuparam as cadeiras dos parlamentares e fizeram várias perguntas aos deputados Coronel Chagas (PRTB), Lenir Rodrigues (PPS) e Aurelina Medeiros (Podemos). Indagaram sobre projetos voltados ao combate à corrupção, melhoria da educação e à qualidade de vida do povo roraimense.

A professora Carolina Bittencourt disse que além deles estudarem a história do país a partir de 1988, os alunos estão promovendo uma eleição e vão escolher o representante da turma. “É bom para eles conhecerem como funciona a Casa Legislativa, as votações, os projetos, e como será com a entrada dos novos parlamentares”, explicou a professora.

Agora que sabe as atribuições de um deputado, o aluno Luís Gustavo Peixoto, de 11 anos, disse que poderia se candidatar no futuro. “Os deputados criam leis e podem acrescentar mais leis para o Estado de Roraima melhorar. Se eu fosse deputado faria uma lei para acabar com o abandono escolar”, disse.

O estudante Davi Vieira Costa, de 11 anos, também se interessou pela vida política. “Penso muito em propostas que possam melhorar o Brasil, como quintuplicar o investimento em educação, melhorar o saneamento básico das cidades e investir na saúde”, afirmou.

A aluna Rebeca de Saboya Grangeiro, de 11 anos, ressaltou que a visitação contribuirá com o pleito eleitoral que ocorrerá na sala de aula. “Além de aprender sobre o Parlamento, estamos aprendendo a como se comportar diante das outras chapas. Essa visita vai ajudar a nossa chapa a vencer a concorrência”, apostou.

VISITAS – Visitas como esta podem ser agendadas diretamente na Superintendência Geral da Assembleia Legislativa de Roraima por escolas ou outros grupos que desejam saber mais sobre o Poder Legislativo. A escola pode pedir uma palestra, além da visita aos setores da Casa ou à sessão ordinária.

 

MARILENA FREITAS

SupCom ALE-RR