A solenidade será transmitida ao vivo pela TV ALE – canal 57.3 e pelas redes sociais

Para comemorar os 10 anos de atuação do Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher) em Roraima, será realizada uma sessão especial no plenário Noêmia Bastos Amazonas, da Assembleia Legislativa de Roraima, nesta sexta-feira (23), às 9h. A solenidade será transmitida ao vivo pela TV ALE, canal 57.3, e pelas redes sociais do Poder Legislativo (@assembleiarr).

A homenagem foi solicitada pela procuradora Especial da Mulher, Lenir Rodrigues (Cidadania), para comemorar o trabalho do Chame, uma das principais políticas implantadas em Roraima no combate à violência doméstica, trabalhando no acolhimento das vítimas, tanto na capital como nos municípios de Alto Alegre, Caracaraí, Mucajaí e Rorainópolis, por meio dos Núcleos da Assembleia Legislativa.

“São dez anos com cerca de 10 mil atendimentos no Estado, sem contar com as palestras, como forma de prevenção contra a violência doméstica e familiar. Estão todos convidados para essa sessão”, disse.

A programação é aberta ao público. Segundo a procuradora, serão convidados os vereadores de Boa Vista, deputados, bem como representantes de instituições parceiras, parlamentares, além da coordenadora do Centro de Referência de Saúde da Mulher (CRSM), Marília Pinto, fundadora do Chame.

Na programação, haverá apresentação do balé do programa Abrindo Caminhos, e a estreia do documentário “Se estiver em perigo. CHAME” da TV Assembleia, produzido pelo repórter Johann Barbosa.

“A ideia principal é apresentar o Chame para as mulheres que não conhecem, e principalmente àquelas que estão em situação de fragilidade, além de mostrar os resultados do Centro, e de como funciona esse atendimento”, explicou.

A produção contém entrevista de uma mulher que sofreu violência doméstica por 30 anos, mas que teve a vida transformada com a ajuda do Chame. Além disso, a reportagem traz informações de instituições parceiras como a Vara da Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça de Roraima, Defensoria Pública do Estado de Roraima, e da Polícia Civil.

As pessoas também poderão assistir à íntegra do documentário na TV Assembleia às 15h, 18h35 e 20h, e, posteriormente no canal da Assembleia Legislativa de Roraima no Youtube (assembleiarr).

Texto: Vanessa Brito

Foto: Eduardo Andrade

SupCom ALE-RR