Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa de Roraima nesta quarta-feira (11), o deputado Eder Lourinho (PTC) denunciou que caminhoneiros passam por situações que ele considerou abusivas no posto fiscal do Jundiá, na BR-174, divisa entre Roraima e o Amazonas.

De acordo com o parlamentar, o caso mais recente ocorreu ontem (10), quando um caminhoneiro chegou meia-noite no posto fiscal com uma carga de verduras e não foi liberado. Ele relatou que no dia seguinte, os itens foram analisados por um fiscal, mas de forma inadequada.  “Não tem estrutura e nem preparo para colocar as mercadorias. O que acontece, eles pisoteiam e jogam as cargas no chão, não têm esse cuidado. Quem fica com o prejuízo são os caminhoneiros”, explicou.

O deputado, que já foi caminhoneiro, pontuou que a fiscalização deve ocorrer, mas de forma apropriada, com estrutura e profissionais capacitados. “Está acontecendo uma situação inaceitável em Roraima. Os caminhoneiros estão sofrendo com isso há muito tempo com o abuso de autoridade em Jundiá. Deixando claro, que não tenho nada contra a fiscalização das mercadorias”, explicou.

Os deputados Renan Filho (Republicanos) e Gabriel Picanço (Republicanos) concordaram com a crítica feita pelo parlamentar. Jeferson Alves (PTB) disse que recebeu as mesmas reclamações e que também buscará providências. O deputado Renato Silva (Republicanos) disse que conversou com o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais nesta terça-feira (11), que relatou a falta de estrutura para um trabalho eficaz.

Para apurar essa situação, o deputado Eder Lourinho disse que se reuniu com representantes da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda de Roraima), e que a instituição informou estar disposta para ouvir os caminhoneiros.

Ainda na tribuna, Eder Lourinho cobrou do Poder Executivo reformas nas Feira do Passarão, no bairro Caimbé, e da Feira do Produtor, no bairro São Vicente. “É um descaso o que está acontecendo com os feirantes da Feira do Passarão. Já conversei com o governador e até fiz uma indicação”, disse.

Texto: Vanessa Brito

Foto: Alfredo Maia

SupCom ALE-RR