Durante a sessão plenária desta quinta-feira (14), o nome de Bismarck Dias de Azevedo foi aprovado na comissão criada para arguição do indicado para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas de Roraima (TCE-RR). O procurador de contas teve votos favoráveis de todos os cinco deputados que participaram da sabatina.

O nome partiu de uma lista tríplice enviada pelo MPC-RR (Ministério Público de Contas do Estado de Roraima) ao governador do Estado, Antonio Denarium (PSL), que fez a indicação. Os deputados Renato Silva (Republicanos), Tayla Peres (PRTB) e Eder Lourinho (PTC) questionaram o sabatinado sobre o papel do TCE, como o órgão pode contribuir para o desenvolvimento do Estado e a realização de auditorias em instituições.

Bismarck explicou a importância da instituição para o Estado. “A atuação do controle externo é fiscalizar a gestão do gasto público. Hoje, a finalidade desse controle é garantir que aquele recurso público pago pela população, seja transformado em beneficio material para a sociedade”. O TCE é responsável por fiscalizar os gastos dos Poderes Executivo, Judiciário e do Legislativo, com o julgamento e análise das contas prestadas pelos órgãos públicos em Roraima.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Renan Filho (Republicanos), o candidato atende os critérios exigidos para ocupar a vaga de conselheiro. “O entendimento foi unanime e ficamos satisfeitos com o que foi respondido pelo procurador e, agora, a indicação irá para votação em plenário e esperamos que o parecer do relator, deputado Renato Silva, seja aprovado”, enfatizou.

Após ser aprovado na Comissão, o nome de Bismarck segue para votação dos parlamentares em plenário. Fizeram parte da comissão os deputados Renan Filho (Republicanos) – presidente, Angela Águida (PP) – vice-presidente, Renato Silva (Republicanos) – relator e os membros Tayla Peres (PRTB) e Eder Lourinho (PTC).

Texto: Jéssica Sampaio

Foto: Jader Souza e H. Emiliano

SupCom ALE-RR