O cidadão possui direitos e deveres com base na Constituição Brasileira, e esse tema não deve ser assunto apenas para adultos. Um exemplo de jovem interessada nessa área é a estudante Shakira Plata, de 16 anos, conquistou o primeiro lugar em um concurso de redação com o tema “Jovem, conheça seus deveres e garanta seus direitos’.

O debate é uma das propostas previstas na lei aprovada na Casa, de autoria do deputado Renato Silva (Republicanos), que instituiu a Constituição em Miúdos, uma maneira de incentivar crianças e adolescentes a estudarem a Carta Magna Federal.

A premiação do Concurso de Redação ocorreu na tarde desta quinta-feira (14), no Plenário Noêmia Bastos, da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR). A vencedora é estudante do primeiro ano do Ensino Médio na Escola Estadual Presidente Tancredo Neves. A vencedora do concurso, assim como a professora-orientadora foram premiadas com um notebook, certificado e medalha.

O interesse de Shakira Plata em conhecer a Constituição Brasileira na Escola, rendeu destaque na escrita. “É uma honra estar aqui, representando a minha escola, no meio de todo mundo. É uma honra, mesmo sendo estrangeira representando os brasileiros”, disse a jovem colombiana, que mora em Roraima, por conta do trabalho do pai.

A professora de português, Maricelia Soares, também premiada no concurso, conta que não teve trabalho para orientar a estudante na redação. Ela afirma deveriam ocorrer ter mais ações como essa, para incentivar essa discussão entre os jovens. “O jovem precisa estar ciente dos seus direitos e deveres em relação à Constituição, para que possa reivindicar. A gente vê que os jovens não se interessam muito por esses assuntos, mas isso é importante, porque eles são o futuro do nosso Brasil”, explicou.

Segundo o deputado Renato Silva (Republicanos), o projeto Constituição em Miúdos nas escolas faz com que os estudantes possam entender sobre política. “A partir dos 16 anos eles já podem votar e muitas vezes não sabem qual o papel do deputado estadual, do vereador, do governo, e tudo isso está explicado de forma didática na Constituição”, disse.

O presidente da comissão de Educação, Desportos e Lazer, da ALE-RR, Evangelista Siqueira (PT), parabenizou o parlamentar pela elaboração da lei. “Com essa lei, estamos construindo a cidadania, fazendo com que os nossos alunos não vejam a Carta Magna apenas como um documento burocrático, cheio de leis. O projeto veio exatamente para desmistificar essa ideia”, disse.

Para o deputado Renan Filho (Republicanos), a concretização desta lei nas escolas é um reflexo do trabalho dos parlamentares em favor da população. “Temos feito de tudo, para que a sociedade olhe de forma diferente para a Casa Legislativa e acho que temos conseguido isso através de projetos importantes, como esse da Constituição em Miúdos”, disse.

Durante a premiação, participaram alunos das escolas estaduais Gonçalves Dias, Presidente Tancredo Neves, Severino Cavalcante, Maria das Dores Brasil. Estava presente também a secretaria estadual de Educação, Leila Perussolo, representando o Poder Executivo.

Premiação

1º Lugar

Aluna Shakira Plata, professora Maricelia Soares, da Escola Estadual Presidente Tancredo Neves

2º lugar

Aluno Caio Cruz, professora Adriana Torquato, da Escola Estadual Maria das Dores Brasil

3º lugar

Aluno Maurício Carvalho, Professora Jacilene Silva, da Escola Estadual Gonçalves Dias

Texto: Vanessa Brito

Foto: H. Emiliano

SupCom ALE-RR