Elas tomaram a decisão durante a Assembleia Tá Área, realizado no último sábado, no bairro Silvio Botelho

Desde que escutou pelo rádio que o Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher) possui um trabalho de arrecadação de cabelos para pacientes com câncer, a dona de casa Josimeire Peixoto, de 46 anos, desejava concretizar essa atitude altruísta. O desejo virou realidade e ganhou ainda o apoio da filha, Erie Peixoto, de 13 anos.

Elas desapegaram das mechas, para que outras mulheres ou crianças com câncer ganhem a chance de se embelezar em um dos momentos mais difíceis para quem enfrenta o tratamento contra o câncer: quando se perde os cabelos devido a quimioterapia.

A mãe confessa que era um pouco apegada aos fios, mas ao mesmo tempo, queria mudar o visual e fazer o bem, então aproveitou para cortar os cabelos nos serviços de beleza ofertados pelo projeto Assembleia Tá na Área, no último sábado (30), no bairro Silvio Botelho.  “Como sempre gostei de ajudar o próximo, me interessei muito em doar meu cabelo. Já que o cabelo iria para o lixo, resolvi ajudar”, disse.

Erie Peixoto, de 13 anos, mesmo com a pouca idade, gostou da atitude da mãe e fez a mesma coisa, ao pensar que doar os cabelos pode fazer uma criança feliz. “Porque tem crianças que não pode ter cabelos, e pode se sentir melhor com o visual. Seria bem melhor se todo mundo fizesse isso, cada vez mais, porque é para ajudar as pessoas”, compartilhou.

Após cortarem os cabelos, mãe e filha movidas pelo sentimento de empatia, entregaram as mechas a equipe do Chame, que realizava atendimentos no evento. Os fios serão enviados à ONG Rapunzel Solidária, responsável por receber cabelos de todos os lugares do país e do mundo, para confeccionar perucas para crianças, jovens e adultos em tratamento de câncer.

Onde doar?

Quem tem interesse em doar cabelos e lenços, pode entregar o material no prédio do CHAME, localizado na rua Coronel Pinto, esquina com a avenida Ville Roy, nº 524, Centro. Outro ponto de arrecadação é a Procuradoria Especial da Mulher, também na avenida Ville Roy, nº 5717, Centro. Mais informações pelo telefone 98801-0522 ou por mensagem direta pelas redes sociais da Assembleia Legislativa (assembleiarr).

Texto: Vanessa Brito

Foto: Isaias Amaral

SupCom Ale-RR